Pra quê esperar o fim?

Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, Qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim. Chico Xavier Novelas, filmes e até historias em quadrinho... é sempre a mesma coisa: precisamos esperar o último capítulo, o último minuto para só então podermos saborear o grand finale. E mesmo sabendo disso aguardamos sempre ansiosos para saber como tudo termina e (no caso da maioria das mulheres) nos debulharmos em lágrimas no casamento dos mocinhos. Como na ficção, muita gente leva a vida tendo como lema que no final tudo sempre dá certo, ressaltando ainda que se não deu certo é porque ainda não chegou ao fim. Um intrigante chavão, sem dúvida! Que fim é esse pelo qual tanto se espera? O fim de uma fase, de um projeto, de um ciclo? ... O fim da vida? Ainda não decidir quais das palavras mais me angustiam na frase esperar pelo fim, se esperar ou se fim. Porque além do ditado citado acima, ainda existe um complemento fruto da sabedoria popular: quem espera sempre alcança. Segundo meu amigo, o grande César Souza quem espera cansa, cansa de esperar. Nesse mundo competitivo, onde se leva vantagem em tudo, tudo muda num piscar de olhos, num passar de página, esperar, pura e simplesmente, pode ser tarde demais, pode até ser fatal. É preciso literalmente em muitos casos, correr atrás de resultados e conquistar, alcançar objetivos, pois assim não é preciso esperar a chegada do fim para que as coisas dêem certo. Na minha (pouca) idade muitos podem taxar essas palavras como ansiedade ou precipitação, mas auto-avaliando as minhas atitudes acredito estar apenas plantando, prospectando, cultivando um futuro melhor. Planejar o futuro e ter rotas de fuga e planos B, C e por que não D, como sugerira uma vez meu querido professor Miguel Feyo é um direito e uma obrigação de todos. Ter cartas na manga e flexibilidade para quando as coisas não seguirem o roteiro traçado é uma alternativa, uma saída inteligente para ser mais precisa. Ainda bem que a vida não é um Big Brother, decidida pelos telespectadores que acompanham cada um dos passos de seus participantes. É... chego a conclusão de que a vida é uma verdadeira novela. Uma novela cujos capítulos são escritos por cada de um nós. O melhor disso tudo é que assim podemos criar diversos finais para elas: finais felizes e nem tão felizes, mas nossos finais. E como autora da minha própria história, prefiro ter como lema as palavras de Chico Xavier e começar sempre, sempre, sempre.
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.