Poupança ou Tesouro Direto?

A partir de qual valor e prazo valeria a pena trocar a poupança pelo Tesouro Direto? Leia o artigo e descubra

Coloco meu dinheiro na poupança ou no Tesouro Direto? Você já fez esta pergunta?

Esta tem sido uma pergunta recorrente, por isso este texto tenta mostrar uma maneira detalhada para você tomar a melhor decisão!

As duas alternativas são consideradas investimentos bastante seguros, e os dois apresentam liquidez. Os resgates da poupança estarão à sua disposição no mesmo dia, enquanto os do Tesouro estarão em sua conta da corretora em até 2 dias.

Listamos abaixo outros pontos que os diferenciam e que poderão ajudá-lo numa escolha:

POUPANÇA

Pontos fortes

  • Simplicidade – todo mundo conhece o funcionamento.
  • Facilidade no resgate e transferência para conta corrente, sem taxas e direto no site do banco.
  • Não paga IR sobre o rendimento.

Pontos fracos

  • Baixa rentabilidade – não está batendo nem a inflação neste momento.
  • Rentabilidade é mensal – se você tirar o dinheiro antes do aniversário, mesmo que esteja próximo, terá perdido os rendimentos de todo o período.

TESOURO DIRETO

Pontos fortes

  • Melhores rentabilidades.
  • Diversos títulos, com diferentes vencimentos e características – cada um pode ser utilizado para diferentes planos, com diferentes prazos de maturação.

Pontos fracos

  • A própria diversidade de títulos torna necessária a análise dos produtos e escolha do título adequado a cada caso.
  • Operação mais complexa: dinheiro deve ser transferido para a corretora, e a compra deve ser realizada pelo site específico (no site do Tesouro, ou no site da corretora quando esta for agente integrado).
  • Incide IR, taxa da BM&F Bovespa, e eventualmente taxa de corretagem (que varia, dependendo da corretora, podendo até ser zero) – embora os descontos sejam automáticos, isso torna o acompanhamento da rentabilidade mais complexo.

Uma vantagem antes exclusiva da poupança, que era a aplicação programada – excelente para as pessoas que não têm disciplina – agora está também disponível para o Tesouro Direto em algumas corretoras.

A partir de qual valor e prazo valeria a pena colocar no Tesouro?

Para realizar os cálculos, temos que fazer algumas simplificações.

Em primeiro lugar, comparamos a poupança com um título específico do Tesouro Direto, que é o Tesouro Selic. Este é o título que mais se assemelha ao cálculo de rentabilidade da poupança, já que os dois estão ligados à taxa Selic

E a principal simplificação é supor que a taxa Selic permanecerá constante durante o período da aplicação. Isso, no entanto, não prejudica no resultado, pois:

  • Depois de um curto período de tempo, o resultado já aponta uma vantagem para o Tesouro.
  • Em curtos períodos, ainda, as mudanças na taxa Selic não devem ser significativas.

Calculadora Poupança x Tesouro Selic: faça as suas simulações!

A planilha serve também para você comparar diferentes corretoras. Por exemplo, você pode operar pela corretora do seu banco – que provavelmente cobra uma alta taxa de custódia, mas por outro lado não cobrará os DOCs/TEDs para transferência. Ou pode optar por outra corretora, com taxa bem mais baixa ou até zero – mas para enviar os recursos você terá eventualmente que pagar o DOC/TED.

Suponhamos uma pessoa que opera pela corretora de seu banco, que cobra uma taxa de 0,5% aa sobre os recursos aplicados. Esta pessoa não tem que pagar DOC/TED para fazer as transferências.

Neste caso, o Tesouro valeria mais a pena para qualquer quantia aplicada e prazo, sendo que, quanto maior o prazo, maior será a diferença.

Agora, vamos analisar se a pessoa aplicasse por uma corretora independente, que cobra uma taxa mais baixa, mas também uma taxa fixa mensal. Neste caso, a pessoa tem que pagar DOC/TED para transferir os recursos (dependendo de seu pacote de serviços contratado com o banco).

Os resultados mostram que, para prazos mais curtos e quantias pequenas, a poupança vale mais a pena que o Tesouro.

Importante notar que, para quantias maiores de dinheiro (ex: R$ 50 mil), o investimento em corretora independente é mais vantajoso do que o investimento via corretora do banco pela taxa de corretagem menor, mesmo tendo que arcar com os custos de DOC/TED e tarifa mensal.

Tomar decisões apressadas pode atrapalhar seus planos futuros. O que queremos é que você ganhe CONSCIÊNCIA sobre as próprias decisões e saiba escolher o melhor caminho para você.

*Artigo escrito em parceria com Florence Corrêa

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento