Por quê, por quê, por quê?

Minha caçula tem quase 3 anos e está em plena fase dos ‘porquês’. Quer saber o motivo de tudo o que falamos. Nem bem acabamos de responder, ela já emenda o indefectível: ‘Por quê?’

Minha caçula tem quase 3 anos e está em plena fase dos porquês. Quer saber o motivo de tudo o que falamos. Nem bem acabamos de responder, ela já emenda o indefectível: Por quê?:
- Filhinha, o papai não pode brincar agora porque tem que trabalhar.

- Por quê?


- Porque tem que ganhar dinheiro!
- Por quê?


- Para poder comprar brinquedinhos para você

- Por quê?
- Ora, para você brincar!!
- Por quê?
- Bem, você brinca para se divertir, se distrair, se desenvolver...
- Por quê?

Haja paciência, não? Chega uma hora que você se enche e simplesmente pára de responder ou muda de assunto pois você não tem tempo para saber onde isso vai parar. Por outro lado, esta é uma pergunta que deveríamos nos fazer com mais freqüência, saber os porquês das coisas nos ajuda a refletir sobre nossas ações e decisões. Veja o exemplo que citei acima, o pai não pode brincar porque precisa trabalhar para ganhar dinheiro para comprar brinquedos para ela... brincar!!! Onde está o sentido disto tudo? Obviamente o raciocínio não é tão cartesiano assim, mas é o auto-questionamento que nos leva a conclusões sobre nossas motivações para todos os objetivos da vida.

Veja a reportagem de capa da última edição da revista Você S/A. Trabalhar pra quê? Qual é o significado do trabalho para você? Quantas vezes você já se perguntou isso? Veja se alguma das seguintes possibilidades se enquadra no seu caso:
Trabalho porque não tenho o que fazer em casa Simplesmente estar envolvido em uma atividade pode ser um motivo para trabalhar.
Trabalho para fazer parte de uma comunidade O relacionamento social e a construção de amizades constitui uma necessidade humana que pode ser satisfeita através do trabalho.
Trabalho pelo desafio Para algumas pessoas, o trabalho representa um jogo. Os participantes deste jogo querem vencer, superar desafios, conquistar vitórias.
Trabalho para aparecer A motivação que move alguns profissionais está diretamente relacionada com a exposição, o culto à imagem, a vaidade, os símbolos de poder.
Trabalho pelo senso de realização Deixar uma marca, poder dizer eu fiz, realizar algo de que se orgulhe, provar às pessoas que você é capaz.
Trabalho por prazer E nada mais, sem nenhuma outra forma de recompensa, apenas a satisfação inerente à atividade em si.
Trabalho para esquecer minhas preocupações Uma ocupação qualquer é a justificativa suficiente e necessária para deixar de lado os problemas e dificuldades.
Trabalho para sobreviver A necessidade mais elementar e básica.
Trabalho para conquistar e manter um alto padrão de vida A luxúria e o materialismo conduzindo a motivação extrínseca.

Ao contrário do que muitos imaginam, o dinheiro não está por trás de todos os motivos que nos levam a trabalhar. Tirando os últimos dois exemplos, os demais não têm absolutamente nada a ver com dinheiro.

Procure descobrir o principal motivo que o leva a trabalhar, seja no seu emprego, seja para abrir o seu empreendimento, seja na carreira como autônomo... Pois, se existe algo que você precisa saber antes de partir para um novo desafio, é o significado que este desafio tem para você. É fundamental que nossas ações tenham um sentido dentro de um contexto mais amplo que é a nossa vida.

- Por quê você está trabalhando até esta hora?
- Porque é fechamento e quero acompanhar tudo de perto
- Por quê?
- Ora, eu sou o dono desta loja
- Por quê?
- Porque eu sempre quis ser empreendedor
- Por quê?
- Porque eu quero ficar rico
- Por quê?
- Para ficar tranqüilo, não ter que pensar em dinheiro e ficar mais tempo com minha família
- Por quê?
- ...!!


ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.