Por que o crédito imobiliário está escasso?

Você sabe por que isso acontece?

Nos últimos meses, presenciamos uma redução na oferta de crédito imobiliário, principalmente pela Caixa Econômica Federal, considerado o banco do crédito imobiliário.

Você sabe por que isso acontece?

Desde Abril de 2013, a Selic (taxa básica da economia, definida pelo Banco Central), vem aumentando consecutivamente, estando, atualmente, em 13,75% a.a. (04/06/2015). Considerando-se que a remuneração da poupança é de 6,17% + TR, essa acaba rendendo menos do que as outras opções de investimento (Fundos de Investimento, LCA, LCI, CDB, etc), conforme já abordamos nesse blog.

Essa perda de atratividade na poupança fez com que o mês de Abril/2015 apresentasse a maior diferença entre depósitos e retiradas dessa aplicação nos últimos 20 anos, R$ 5,851 bilhões a menos no saldo mantido em poupança no Brasil.

Por que isso é relevante para o crédito imobiliário?

A resposta é simples: A poupança é a principal fonte de recursos para os bancos emprestarem na compra de imóveis via SFH (Sistema Financeiro Nacional, para imóveis de até R$ 750.000,00 em SP, RJ, MG e DF e R$ 650.000,00 para os demais estados). Como os recursos captados na poupança estão diminuindo, os bancos podem agir de duas maneiras diferentes:

1) Diminuir a oferta de crédito imobiliário

2) Utilizar o recurso de outras aplicações, mais caras ao banco, pois remuneram mais o cliente, para emprestar no financiamento habitacional

Por isso, está mais caro e escasso esse tipo de crédito.

No dia 28/05, o Banco Central publicou a Resolução 4.410, que, entre outras medidas, diminui depósito compulsório incidente sobre a poupança, liberando, aproximadamente, R$ 10 bilhões para crédito imobiliário, buscando aumentar a oferta e diminuir os custos dos financiamentos.

DICA DO CONSULTOR

Planejamento é seu maior aliado. Avalie todas as informações antes de adquirir um imóvel e/ou um financiamento. Momentos como esse tendem a reduzir o preço dos imóveis, apresentando oportunidades de compra, desde que bem pensadas.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento