Por que contratar um aprendiz

“Um desafio para o jovem que se interessa ou necessita trabalhar é encontrar uma primeira oportunidade de trabalho que respeite sua condição de pessoa em desenvolvimento e garanta seus direitos trabalhistas e previdenciários, sem deixar de estimulá-lo a continuar os estudos e o desenvolvimento profissional” (Ex-Ministro do Trabalho Manoel Dias)

Legislação

Lei 10.097 de 19 de dezembro de 2000, regulamentada pelo Decreto Federal 5.598 de 2005
Portaria n 723 de 2012 do Ministério do Trabalho e Emprego - MTE

Quem pode ser aprendiz?
O adolescente ou jovem, com idade entre 14 e 24 anos, matriculado e frequentando a escola regular ou concluído o ensino médio.

Jornada de trabalho
4 ou 6 horas diárias para atividades teóricas e/ou práticas;

Duração do contrato
Contrato por prazo determinado com duração máxima de 2 anos.

Direitos trabalhistas
Assinatura da carteira de trabalho, salário, férias deverão coincidir com o período de férias escolares, FGTS, vale transporte, 13º salário.

Cota de aprendizes

As cotas podem variar entre 5% e 15%, devendo ser calculadas sobre o número de empregados cujas funções demandem formação profissional, excluídas as funções que exigem formação superior ou técnica; e os cargos de gerência ou confiança.

Incentivos fiscais e tributários para as empresas:

* Apenas 2% de recolhimento do FGTS (redução de 75% da contribuição normal);

* Empresas registradas no “Simples Nacional” não terão acréscimo da contribuição previdenciária;

* Dispensa do aviso prévio indenizado e multa rescisória;

Entidades formadoras

São qualificadas para ministrar cursos de aprendizagem e contam com estrutura adequada ao desenvolvimento dos programas de aprendizagem, mantendo a qualidade do processo de ensino, acompanhando e avaliando os resultados.

Empresas parceiras

A aprendizagem ocorre em parceria com as empresas, que por sua vez te o papel de acompanhar as atividades e ações, promover a integração do aprendiz no ambiente de trabalho, criar mecanismos de avaliação feedback constante, fortalecer o vínculo, incentivar os estudos e buscar o máximo desenvolvimento do aprendiz.

Por que contratar um aprendiz?

Muito além de cumprir uma lei federal, a empresa impacta diretamente formação, qualidade de vida e geração de renda dos jovens; investe no desenvolvimento econômico e social do país impactando diretamente a família do aprendiz e evidenciando sua responsabilidade social empresarial.

maiores informações:
william.faria@salesiano.br

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento