Por que a TGA parou no tempo?

Introdução Primeiramente, é importante salientar o seguinte: quem sou eu para discordar do comentário dos autores Cláudio Marlus Skora e Deyse Mendes, com o tema. As coisas novas: Por que a TGA parou no tempo? Mas mesmo assim irei discordar. Discordando com os autores, pois não acredito que a TGA tenha parado ao tempo, o que acontece na realidade, é uma disparidade quanto à matéria, é tanto que eles comentam em uma parte do texto, que tem faculdades que adotam a TGA e outra não, no entanto acredito que possa haver uma compreensão maior quanto ao assunto abordado pelos autores. O Instituto Campo Grande de Ensino Superior ICG, no primeiro semestre do curso de Administração, adotou o livro de TGA do Idalberto Chiavenato, um dos mais conceituados autores no assunto, onde aborda com precisão as Técnicas Gerais da Administração, onde pude observar que houve uma mudança considerável quanto à evolução das técnicas de administração das de ontem com a de hoje, onde ela se propõe a desenvolver a habilidade conceitual, embora não deixe de lado as habilidades humanas e técnicas, isto quer dizer que a Administração abrange todas as áreas administrativas, onde em outros termos, ela se propõe a desenvolver a capacidade de pensar, definir situações organizacionais complexas, diagnosticar e propor soluções. O que realmente acontece também, é que não existe uma conscientização maior por parte de algumas faculdades em unificar essa matéria e também a falta de uma dedicação maior por parte de alguns acadêmicos, e isto faz com que alguns autores achem que a TGA esteja parado no tempo, e neste caso não podemos ter uma forma definida em virtude de ter ao longo dos séculos sofrido uma formidável ampliação e aprofundado através das deficientes teorias abordadas por alguns autores, porém ficamos duvidosos quanto ao assunto, mas quanto a TGA, ela teve uma ampliação considerável e uma mudança benéfica quanto a sua estrutura, onde podemos observar o quanto a TGA evoluiu em ambos os aspectos da administração. Hoje, a TGA estuda as técnicas administrativas, com mais precisão, onde estuda a administração nas organizações e empresas, com a visão da interação e da interdependência entre as cinco variáveis principais: tarefa, estrutura, pessoas, tecnologia e ambiente. Elas constituem os principais componentes no estudo da administração nas organizações e empresas, pois com isto, podemos ver com maior clareza, o quanto a TGA pode ampliar nossos conhecimentos na área administrativa, e isto é o nosso maior objetivo. Justificativa Como podemos observar, a TGA é muito ampla em termos gerais, onde a pessoa responsável é chamada de Administrador, isto, em qualquer que seja o título específico de seu cargo. Por via de regra, a função do Administrador caracteriza-se pela sua centralização e por estar situada perto do nível mais alto da estrutura organizacional de uma empresa, onde vemos a sua grande importância. É verdade, que não podemos generalizar, o que os autores descreveram no seu comentário, mas qual seria a forma adequada para que a TGA se fortaleça? Será necessária a obrigatoriedade, em que o órgão máximo da Administração, juntamente com o órgão de educação superior, fazer com obrigue as faculdades adotem a TGA sem distinção, com esta obrigatoriedade, íamos reger os princípios básicos de uma nova alavancagem na nossa Administração Brasileira. Com esta base, defini e tiraríamos de uma vez por toda basicamente toda esta discussão, e em função das características e da qualidade dos acadêmicos. Como já comentei anteriormente, a administração, teve uma mudança considerável, onde a grande diferença entre a administração do passado e a de hoje é que eles tinham características de visão do futuro, enquanto que hoje, estamos vivendo a realidade.No passado, a evolução, até mesmo pelos padrões atuais da época era uma lentidão. Os Administradores não tinham pressa, até mesmo porque não havia motivo para isso, já que não existia concorrência nem cobrança por resultados, nem desempenho, onde podemos observar em um filme apresentado em sala de aula no início do curso de Administração, em que esta matéria foi ministrada pelo Prof° Rocha Both, onde o que eles tinham na verdade era uma sincronia de trabalho, e não como hoje, onde temos toda uma técnica e O&M, para isso a TGA melhorou e muito, e hoje tudo acontece o contrário, temos que matar um leão por dia. A TGA mudou, pois os negócios estão mudando, os clientes estão mais exigentes e o gerenciamento está sofrendo transformações, isto graças à evolução da TGA e de várias obras de autores da atual Administração, onde é apontado as mudanças em ritmo acelerado na arte de gerenciar e de administrar. No mundo corporativo, como o de hoje, muito se discute sobre as transformações naturais de negócios e os efeitos que eles causam sobre eles, sem se preocupar com o gerenciamento ou administração. Esses dois cargos atingem seus sucessos principalmente quando a liderança está focalizada na transformação e para isto, temos que estar preparado para o mercado, embora a revolução na tecnologia da informação esteja nos aproximando, a globalização está desafiando nossas habilidades de linguagem e há uma adaptação as estratégias e aos estudos da TGA. A TGA está evoluindo muito, e o contexto globalizado da economia, e o próprio desenvolvimento tecnológico exigem que a TGA evolua, para isso temos que acompanhar esta evolução com responsabilidade, pois estamos na era do conhecimento, onde está evidente o aumento da competitividade, da produtividade e da ampliação das possibilidades de realização de trabalho reunindo grupos distantes geograficamente. Para que estejamos preparados, temos que acompanhar a evolução, onde inúmeras são as matérias que temos na área da Administração, pois somos sabedores que exige existe conseqüências diretas para o mercado de trabalho, podem até mesmo citar a extinção de inúmeros postos de trabalhos, o aumento acentuado das exigências para o preenchimento dos cargos remanescentes e surgimento de novas funções e áreas profissionais. Então, como podemos afirmar que a TGA parou no tempo? Onde podemos visualizar a clara evidência do ritmo das mudanças e o crescimento constante, tomando árdua a tarefa de prever cenários e traçar objetivos nas empresas. E para que sejamos profissionais, mais do que nunca, precisamos planejar e focar no desenvolvimento de suas carreiras de modo a agregar real valor aos empreendimentos em que estão engajados e constituir sucesso profissional com pelo menos, um mínimo de realização e satisfação pessoal, e para isso, a Administração tem de sobra, e temos ricos trabalhos para guiarmos e trilharmos no nosso campo profissional. Objetivos O objetivo desse trabalho é primeiramente discordar dos autores Cláudio Marlus Skora e Deyse Mendes, onde eles perguntam. As coisas novas: Por que a TGA parou no tempo? No entanto não concordo, onde nesta oportunidade gostaria de parabenizar o Instituto Campo Grande de Ensino Superior ICG em ter aplicado esta matéria no início do nosso curso e espero que esteja continuando. Neste século a sociedade se tornou uma sociedade de organizações. Toda grande tarefa social nesta sociedade está sendo desempenhada em e através de grandes instituições administrativas. Em resultados a grande maioria das pessoas nos países desenvolvidos trabalha como empregados. Trabalham como membros de instituições administradas e dentro de uma estrutura e organização administrativa. A TGA teve uma aceleração muito grande, pois neste século a sociedade se tornou uma sociedade de conhecimento. Um número cada vez maior de membros da sociedade desenvolvida ganha a vida pondo conhecimento a trabalhar. Um número cada vez maior deles adquirem suas qualificações através de longos anos de educação formal. Um número cada vez maior deles são administradores ou trabalham como profissionais de conhecimento, especializado com responsabilidade direta pelo desempenho e resultados. A TGA tem uma responsabilidade muito grande legitimidade da administração, onde os desenvolvimentos são inter-relacionados. Devido ao avanço da TGA, com o aparecimento da sociedade nas organizações, pode-se agora ganhar a vida por meio de um trabalho por meio de conhecimentos, onde considero a TGA como a grande responsável por este desenvolvimento. A TGA é tanto o portador como resultado desse grande desenvolvimento. É uma matéria que aglutina e faz com que as grandes instituições da sociedade podem colocar em prática esse funcionamento e desempenhar sua missão. E a TGA em si, é um desses conhecimentos. É uma disciplina com suas próprias matérias, sua própria perícia e sua própria técnica. Acima de tudo, os administradores dessas instituições em uma sociedade de organizações formam os grupos de lideranças da sociedade. A TGA esta trabalho para isso, e isto exige, primeiramente, que os administradores conheçam suas disciplinas. Exige que saibam o que é administrar e é exatamente isto uma das responsabilidades da TGA. Ouvimos muitos hoje em dia acerca do administrador do futuro. Mas o homem importante é administrador do presente. E o primeiro requisito é que o administrador conheça sua profissão, suas ferramentas, sua tarefa e sua responsabilidade. No entanto a TGA desenvolve esses requisitos e mostra de que forma ela é capaz de funcionar. Valdeci Martins-ICG Campo Grande-MS
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.