Por dentro do Oracle APEX Tour 2015 - Latinoamérica

Os principais detalhes sobre o evento que aconteceu no Brasil que reuniu os melhores especialistas na ferramenta Oracle APEX e um resumo do assunto abordado em cada uma das apresentações

A edição de 2015 do evento internacional “Oracle Apex Tour Latinoamérica” teve uma, de suas três etapas, realizada no Brasil, na sede do TCU – Tribunal de Contas da União, na cidade de Brasília. As outras duas etapas do evento ocorreram na Argentina e na Costa Rica.

Com um auditório lotado, os participantes foram contemplados com 10 palestras sobre as novidades do recém-lançado Oracle APEX 5.

O evento contou com tradução simultânea para as palestras internacionais e uma equipe nacional formada pelos melhores especialistas no assunto que apresentaram conceitos e técnicas do novo Oracle APEX 5, assim como casos de sucesso alcançados com o produto em suas instituições.

A abertura do evento aconteceu no auditório Ministro Pereira Lira com a mesa principal de convidados formada por: Eduardo Hahn - Presidente do GUOB (Grupo de usuários Oracle do Brasil), Eduardo Rezende (Secretário-Geral da Presidência do TCU), Mauro Giacobbo (Secretário-geral adjunto do TCU) e Rodrigo Felisdório (Secretário de Soluções do TCU).

• A primeira palestra foi do David Peake (Gerente do Produto APEX - Oracle) onde foi mostrada toda a evolução do Oracle APEX, desde o HTML DB até o APEX 5.

• A segunda palestra foi feita pelo Givaldo Oliveira (Arquiteto de Soluções Oracle – Memora Processos Inovadores) onde foi discorrido o processo de disponibilização de Web Services no APEX 5, onde são necessário poucos cliques para que se tenha um serviço que possa ser consumido na Web, bem como a facilidade da implementação de ações dinâmicas em eventos de tela, sem a necessidade de criação de blocos de javascript, tudo construído a partir de wizards.

• Após um breve intervalo, o presidente do TCU Ministro Aroldo Cedraz, fez um discurso mostrando o quão o APEX estava sendo difundido na sua instituição. Citando a quantidade de projetos que hoje estão em produção na casa.

• A terceira palestra, novamente com David Peake, mostrou algumas das novas funcionalidades do APEX 5. A forma como o Page Designer foi modificado nessa nova versão, funcionando de forma parecida como a tela de desenvolvimento do JDeveloper, com uma área central e abas laterais que dão suporte ao desenvolvimento. A mudança de paradigma do APEX que, em suas antigas versões, só era permitido a criação de um relatório interativo por página, e na versão 5 podem ser N relatórios, além da apresentação do Code Editor que facilita a correção de blocos PL/SQL ou instruções SQL mostrando o erro exatamente na linha onde ele está.

• A quarta palestra foi do Alberto Joaquim (Analista de Informática - PGR) que mostrou a integração de Web Service com o Oracle APEX. A forma como o APEX pode consumir qualquer web service sendo ele REST ou SOAP. Foi dado como exemplo a velocidade da criação de um projeto que um estagiário da sua instituição conseguiu desenvolver uma aplicação para consumo de dados do Senado Federal, de um dia para o outro.

• Após a pausa para o almoço, a quinta palestra foi sobre APEX Mobile. Novamente David Peake foi o responsável. Ele mostrou as funcionalidades do Apex Mobile, onde no APEX 5 é escolhida a forma de desenvolvimento (mobile ou desktop) no momento da criação de uma nova página APEX. Além disso, ele interagiu com o publico presente pedindo a todos que tivessem com algum dispositivo móvel, entrassem em sua aplicação DEMO para verificar a criação do aplicativo e a forma como o mesmo é renderizada.

• A sexta palestra foi feita pelo Daniel Bozzolo (Analista de Computação - Logus Consulting - Uruguai) onde foi mostrado como é feita a programação PL/SQL no APEX, tanto em blocos Anônimos na renderização de páginas, criação de regiões, itens de página, entre outros, como no bloco criado dentro do SQL Workshop

• A sétima palestra foi do Anderson Ferreira (Gerente de Projeto - TCU). Foi mostrado como é feito o desenvolvimento de aplicações APEX mais seguras com o estado de sessão protegido. Além da explicação sobre o tema, foi feito um exemplo mostrando que é possível se guardar de ataques como a alteração da URL da aplicação para visualização de páginas sem autorização, de três formas com as quais o estado de sessão pode ser protegido: por usuário, por sessão ou por aplicação.

• Após nova breve pausa, Marcelo Burgos (Diretor e fundador do Grupo de Usuários Oracle da Argentina), profundo entusiasta do APEX em seu país, iniciou de forma descontraída sua palestra, dizendo ser arquiteto (de imóveis, não de soluções) e fazendo piada do seu tempo de trabalho, tanto como arquiteto, como desenvolvedor APEX. Ele mostrou alguns dos problemas mais recorrentes no fórum OTN da Oracle em relação ao APEX, como preveni-los e como saná-los.

• A nona palestra, feita pelo Jefferson Gatty (diretor de desenvolvimento e inovação - JPConsulting) mostrou como é feita a criação de Dashboards no APEX 5. Foi utilizada como exemplo uma aplicação financeira, onde era possível alterar de acordo com a necessidade do usuário, a forma como as informações seriam mostradas no relatório de dados.

• A décima e última palestra, feita pelo Ígor Augusto (Analista de Finanças e Controle - Secretaria do Tesouro Nacional), mostrou algumas experiências de sucesso da ferramenta, implementadas no STN, bem como a migração do APEX da versão 4.2 para a versão 5.0.

Autores: Alex Vieira e Pedro Aresta

ExibirMinimizar
aci baixe o app