Planejamento e Controle de Produção - conceitos para um planejamento de produção eficaz

Os modelos mentais muitas vezes detectados nas empresas tornam-se impeditivos para o funcionamento adequado dos processos que movem as organizações. Ao entender e, sobretudo praticar, as metodologias disponíveis ajudam na busca da eficácia das atividades relacionadas aos processos

Os modelos mentais muitas vezes detectados nas empresas tornam-se impeditivos para o funcionamento adequado dos processos que movem as organizações. Ao entender e, sobretudo praticar, as metodologias disponíveis ajudam na busca da eficácia das atividades relacionadas aos processos.

Desde o advento da ISO9001 Versão 2000, o conceito de Sistemas evoluiu para o conceito de Processos, e entender as Entradas-Processos-Saídas torna-se essencial para qualquer profissional com atividade tático-estratégica. Lustosa et al., (2008) cita que “os sistemas de PCP (Planejamento e controle da produção) evoluíram como fruto da evolução da própria ciência da Administração, desde os esforços de Frederick W. Taylor e Henry Fayol, na primeira década do século XX até os dias de hoje”. Na assertividade da citação e pensando em numa evolução do PCP até os dias de hoje, observa-se nas empresas uma lacuna dos conceitos para o geralmente praticado.

Existem situações interessantes que permeiam as empresas no que se refere ao planejamento e execução da produção. Baseado na Fábula de Esopo, Pedrinho e o Lobo, sempre que por parte do planejamento geram desesperados gritos de “A Linha Vai Parar!”, “Não Tem Produto Para Entregar!”, “O Que Tem Não Dá Nem Pra Hoje!”, “O Caminhão Vai Sair Vazio!”, e por aí vai; normalmente nada de anormal acontece. Proporcionalmente falando, de cada 100 gritos, apenas 01 pode ser verdadeiro. Mas como moral da história, o dia que o planejamento falar a verdade, pode ser que ninguém acredite no Pedrinho mentiroso.

Deixando as estorinhas verdadeiras de lado, os conceitos básicos para um planejamento de produção eficaz passam pelo entendimento e pela prática de ferramentas simples como Lean Manufacturing, Redução e Aproveitamento de Set-Up, Lote Econômico, Otimização de Mão-de-Obra, PDCA, 5W2H, 6M’s, OEE, etc. O uso de práticas modernas, de maneira sistêmica e disciplinada, aliada a um controle informatizado que proporcione um alto índice de acuracidade de estoque tendem a aumentar a eficácia do planejamento e controle de produção.

Com ferramentas a disposição, o desafio é diariamente lançado. Basta que os profissionais acreditem na ideia, que o processo conheça o seu papel na empresa, que ambos se atualizem se necessário, para que simplesmente facilitem o dia-a-dia da estrutura organizacional a qual estão inseridos, contribuindo para o desenvolvimento sustentável da empresa.

Ou poderá observar-se no futuro não tão distante: “Fracasso à Vista!”...

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento