Planejamento de carreira - como vencer na crise
Planejamento de carreira - como vencer na crise

Planejamento de carreira - como vencer na crise

Não fazer o planejamento de carreira é equivalente a navegar sem saber para onde ir. O mercado pode levar você, mas a grande chance é de um naufrágio profissional. Saiba como fazer o seu planejamento de carreira e vencer, também, na crise

Este artigo abre uma série de sete publicações semanais sobre planejamento de carreira. Esta série é destinada tanto a um estudante do ensino médio, quanto a um profissional experiente ou um aposentado querendo uma segunda carreira. Portanto, dependendo de seu nível de interesse, você pode pular algumas das publicações. No entanto, sugiro que comece pelo início, afinal, carreira e mercado são dinâmicos.

O trabalho é uma constante na vida da maioria das pessoas, é dele que vêm realização, renda e o senso de utilidade. Por isso o salário é um dos fatores que não ocupa a primeira posição em todas as pesquisas sobre satisfação no trabalho. O sucesso profissional é maior entre os que sabem o que querem e desenvolvem estratégias para alcançar estes objetivos. Esta série de artigos tem o propósito de auxiliar você nesta jornada.

Existe uma diferença fundamental entre quem precisa escolher uma graduação como parte da carreira e quem já possui uma. Para quem ainda vai escolher um curso isso é parte da carreira. É comum a imprensa publicar matérias sobre os cursos mais quentes ou os empregos à prova de crise. Muitas pessoas escolhem estes cursos pensando no presente, mas o mercado para eles deve ser pensado em termos de futuro, após a formatura. Qual o contingente estes cursos terão colocado no mercado quando a sua turma terminar? Neste futuro, o seu curso ainda será quente em termos de oportunidades? Além disso, você deve levar outros fatores em consideração na hora de escolher um curso e planejar a sua carreira como, por exemplo, pensar em pelo menos três cenários: otimista, neutro e pessimista. Lembre-se que um curso dura de 2 a 8 anos e que tanto os mercados quanto as profissões mudam no decorrer do tempo.

Este artigo é a introdução da série e tem o objetivo de oferecer a visão geral sobre o que é planejamento de carreira e quais partes são fundamentais para que este planejamento leve, de fato, a uma carreira de sucesso. Aqui um alerta é essencial para você continuar a leitura da série: todo planejamento só fará sentido em sua vida se você tiver as atitudes necessárias para colocá-lo em ação. Qualquer estratégia de carreira será inútil sem a ação. Planejar é pensar, agir é a tática operacional. Portanto, seu comportamento e o desenvolvimento de habilidades serão determinantes para o fracasso ou o sucesso de seu planejamento de carreira.

Planejamento de Carreira - motivos para faz um

  • Inserir-se no mercado de trabalho (você é um estreante);
  • Mudar de área de atuação, desenvolver uma nova carreira (você é um profissional experiente ou um aposentado);
  • Insatisfação com o trabalho atual (a empresa está em dificuldades, seu gestor é centralizador ou a empresa tem uma administração amadora);
  • Falta de perspectivas de crescimento no setor ou emprego atual;
  • Você fez uma escolha errada e quer corrigir as coisas;
  • Sua carreira está estagnada e você quer algo mais empolgante e financeiramente compensador.

Planejamento de carreira - um modelo para iniciar

Para começar, é necessário avaliar a si mesmo, ter visão de mercado e desenvolver seu planejamento de carreira com a certeza de que ele é flexível e adaptável às variações de cenários. Estes cenários podem ser econômicos, políticos, tecnológicos, setoriais etc.

Planejamento de carreira: autoavaliação

  • Quais são seus valores fundamentais? O que você quer alcançar com seu trabalho?
  • Quais são seus interesses profissionais? Que tipo de trabalho você deseja realizar?
  • Quais são suas principais habilidades? O que você faz bem?

Planejamento de carreiras: avaliação do mercado

  • Que tipos de empregos estão disponíveis e que se enquadram ao seu perfil atual?
  • Quais opções de carreira são possíveis é prováveis para você?

Pesquise por outras oportunidades em áreas nas quais você tem pouco conhecimento, mas que suas habilidades e experiências poderiam ser relevantes.

Planejamento de carreira: as três etapas iniciais

planejamento de carreira, fundamentos básicos

Planejamento de carreira: a importância do propósito

A pergunta “O que você quer alcançar com seu trabalho?” exige que você reflita sobre o significado do seu trabalho. Essa reflexão requer que você entenda quais as relações seu trabalho terá com as demais áreas de sua vida. Como ele influenciará sua saúde física e mental? Como ele contribuirá com a sua família? Como ele se encaixa no escopo de sua carreira? Como seu trabalho contribuirá com sua vida social e com seus relacionamentos? Como ele fomentará a sua vida econômica e financeira? Como seu trabalho se insere no seu autodesenvolvimento? Como seu trabalho criará sua autonomia pessoal?

Na próxima semana você iniciará o seu planejamento de carreira. Você aprenderá como fazer o seu mapa de interesses para determinar que tipo de trabalho você gostaria de fazer. Aproveite esta semana e releia este artigo, faça reflexões sobre os questionamentos apresentados no texto e anote as respostas – você vai precisar delas para fazer o seu planejamento de carreira.

Leia os demais artigos desta série.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento