Ou você é um agente de mudanças, ou uma vítima delas

Não espere as coisas acontecerem sozinhas, pois as coisas boas de verdade simplesmente não vão acontecer se sua zona de conforto não for rompida

Vivemos atualmente um momento em que nosso país passa por uma crise enorme, juros absurdos, desconfiança por parte de investidores estrangeiros, corrupção cada vez mais evidente, educação desamparada, segurança pública decadente e incapacitada, altos índices de desemprego, etc. Claro que isso não é exclusividade do governo atual, tais problemas já fazem parte da cultura e história do nosso país e da população brasileira, hoje devido ao longo alcance das informações propagadas pela internet, fica muito mais fácil a exposição e compreensão desses e muitos outros problemas que estão presentes no nosso dia-a-dia. E não pense que você não pode fazer nada para que isso mude, muito pelo contrário, a mudança que queremos deve começar por nós mesmos.

Paralelamente a esses fatos, as pessoas estão mudando, a sua cidade está mudando, o país está mudando e o mundo inteiro está em fase de mudanças. Obviamente todos estamos envolvidos nisso e de uma forma ou outra sofremos as consequências por todas essas mudanças. Continuar com o estilo de vida levado por nossos pais ou avós pode até dar certo em algumas situações e talvez sua vida siga seu curso “normal”, você poderá ter uma vida boa, boas perspectivas de trabalho e convivência em sociedade se não se apegar muito no que está por fora do seu dia-a-dia.

Mas acontece que se a sua pretensão vai além disso, mudanças pessoais são extremamente necessárias e isso é visível em todos os âmbitos da sua vida. Hoje não basta só socializarmos de forma superficial, sermos indiferentes às pessoas, precisamos fortalecer o espírito de boa convivência, ser educados, prestativos, prestar atenção nos outros e cativar o maior número de pessoas possível, a gentileza e a sensação de importância faz com que todos ao seu redor propaguem essa ideia e o ambiente fique cada vez mais agradável e propício a mudanças positivas. Com toda certeza priorizar tais atitudes só faz colaborar e beneficiar a si e aos demais ao seu redor.

Relacionando tais mudanças à vida profissional, também já é mais que fato comprovado, que formas de trabalho e mentalidades do século passado já não fazem parte do dia-a-dia das empresas, o mercado mudou muito e a forma com que as empresas lidam com seus colaboradores está mudando drasticamente (ao menos as que estão realmente se destacando no mercado), a meritocracia está sendo cada vez mais valorizada no mundo corporativo, os gestores estão mudando e se capacitando para entender melhor as necessidades e vontades dessa geração de profissionais, onde a autonomia e estímulos diários servem como combustível para o melhor desempenho e consequentemente melhores resultados tanto sociais, quanto financeiros para as empresas.

Por isso, não fique parado, comece hoje mesmo modificando velhos hábitos, preste mais atenção nas pessoas do seu ciclo, haja com educação e companheirismo, procure melhorar pequenas coisas ao seu redor, seja proativo no desempenho de suas funções, use a honestidade como estilo de vida, se capacite (a denominação Era do Conhecimento não é por acaso) pois num mercado de trabalho tão exigente e instavel, cada detalhe, cada capacitação, cada livro lido, cada tempo gasto na internet à procura de informações pertinentes, são valorizados e percebidos no ambiente corporativo.

Não espere as coisas acontecerem sozinhas, pois as coisas boas de verdade simplesmente não vão acontecer se sua zona de conforto não for rompida. Existe uma frase muito esclarecedora sobre o assunto: A sorte é a soma do preparo com a oportunidade. Então se prepare tanto socialmente, como profissionalmente e não seja vítima das mudanças, seja um dos responsáveis por elas!

Até a próxima! Empreenda-se!

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento