Olhar além do agora

Como conseguir ser visionário e desenvolver a nossa capacidade olhar para o futuro de forma positiva? Nesse pequeno artigo uma reflexão sobre esse importante exercício de desenvolver uma mentalidade motivadora sobre nosso objetivos futuros, independentemente da situação que nos encontramos no presente

A capacidade de olhar para o agora e enxergar além do que vemos precisa ser desenvolvida todos os dias. Acordar, levantar, realizar nossas tarefas cotidianas, nos mover em meio a uma série de situações que nos são postas todos os dias. A rotina é importante porque, de modo prático, representa o ritmo de nossas vidas, é o palco onde fazemos as coisas acontecerem dentro daquilo que nos propomos como pessoas, cidadãos, sonhadores. Ao mesmo tempo a rotina pode se tornar a grande prisão do nosso comodismo, o espaço onde vagamos dia após dia pensando em como ou onde gostaríamos de estar mas não tomando nenhuma atitude que nos faça trilhar a rota rumo ao que queremos. Costuma ser mais fácil se sentir vítima de tudo e de todos do que “ajustar as velas” do barco, repensar o que está sendo feito, olhar além do que está posto para nós agora, olhar exatamente aonde se quer chegar.

Olhar além do agora… Muitas vezes isso fica distante das nossas complexas realidades, às vezes é tão difícil imaginar outra realidade que não seja a que está posta agora que faz parecer impossível que haja outra. Mas há, a outra realidade é aquela que você quer, e se você quer então você PRECISA dimensionar ela para si mesmo. Nada, absolutamente nada irá mudar se não houver mudança na relação da pessoa consigo mesma. Às vezes tudo que precisamos é de uma boa dose de ânimo, ânimo para encarar a rotina e entender que ela não representa nosso passado e nem nosso futuro, ela é exatamente o momento que vivemos agora, ela é fruto das escolhas, aquelas que fizemos em outro momento do passado e o futuro será fruto das escolhas que estão sendo feitas exatamente agora.

Algo comum nas histórias de sucesso, sejam elas de empresários, criadores de impactantes movimentos sociais ou líderes de grandes movimentos religiosos, é que essas pessoas optaram por não se prender à realidade que as cercava, veja bem, não se prender à realidade que o cerca é muito diferente de se alienar da vida. Não podemos abdicar de nossas responsabilidades cotidianas, ao contrário, temos sim que executá-las e, de preferência, da melhor forma possível, mas não podemos permitir que elas se “apropriem” de nós, antes, somos nós sim proprietários dessas coisas, proprietários da nossa rotina, proprietários de nossas escolhas. Essa propriedade é que nos faz ter a capacidade de estar no agora mas, ao mesmo tempo, enxergar o futuro que queremos criar. Não faça da sua rotina uma prisão de conformismo, reclamações e insatisfação, faça dela o trampolim para criar uma nova realidade, a realidade que você sonha. Ninguém irá fazer isso por você.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento