O varejo e a crise

Lojas vazias, vendedores parados, anúncios chamativos e descontos de até 70%, más o consumidor olha e não leva nada, esta é a conseqüência que esta atingindo em cheio o comércio varejista, a cada dia percebe se a queda no volume de vendas e o varejo esta sentindo na pele essa queda

Lojas vazias, vendedores parados, anúncios chamativos e descontos de até 70%, más o consumidor olha e não leva nada, esta é a conseqüência que esta atingindo em cheio o comércio varejista, a cada dia percebe se a queda no volume de vendas e o varejo esta sentindo na pele essa queda.

Porém, essa crise não é de hoje, esse cenário foi identificado há tempo onde já se desenhava essa crise para 2015 antes mesmos das eleições passadas. A crise nada mais é que o ponto de transição entre uma época de prosperidade e outra de dificuldade é uma fase difícil na evolução dos interesses.

Até a algum tempo atrás o consumo era a alavanca do crescimento do país, o governo estimulou de mais o consumo liberou recursos promovendo facilidades dos crediários através da forte queda da taxa básica de juros barateando o consumo a prazo.

Hoje temos a conseqüência de tudo isso, um cenário completamente diferente, todos procurando diminuir despesas com energia elétrica e os custos com mão de obra entre outros, chegando ao ponto de muitas lojas até ter que fechar as portas.

Setores como da alimentação ainda sabe que poderá suportar por um tempo maior, já que é um consumo necessário para todos, porém, alguns setores como eletro domestico estão sofrendo mais com essa recessão, além do aumento da inflação ainda perderam o benefício da redução do IPI que favorecia o consumo em outros tempos.

Os mais otimistas sempre esperam melhoras com as datas comemorativas que pode favorecer o comercio, mas já passou o carnal, a páscoa, o dia das mães e nada mudou. Iniciamos o segundo semestre e agora o que fazer, muitos já está antecipando as promoções de inverno e pensando nas promoções de final de ano.

Apesar do sentimento que a crise nos trás de insegurança e incerteza é importante sempre lembrar que na crise também há oportunidades, basta que possamos enxergar e reagirmos, que mesmo vendo o realismo possamos demonstrar o otimismo e que possamos sempre estar inspirado para vencer os obstáculos da crise.

Muitos imaginam que não irá superar esse tempo de crise por falta de dinheiro, tempo e outros fatores que favorece o sucesso, más estão esquecendo que na verdade o mais importante que qualquer fator, e que com certeza ajudará a vencer será o uso da criatividade sempre pensando no cuidado com os clientes.

ExibirMinimizar
aci baixe o app