O valor dos negócios sociais
O valor dos negócios sociais

O valor dos negócios sociais

O que esperar do negócios sociais em um ambiente marcado pela competição, escassez e busca extrema pelo máximo lucro? Em recente visita ao Brasil, o economista Muhammad Yunus, uma das maiores autoridades em empreendedorismo social no mundo, falou sobre sua visão acerca dos negócios sociais e seu impacto na sociedade

“Lidar com teorias econômicas diante de pessoas morrendo [de fome], para mim era uma piada” - Muhammad Yunus

Esta frase de um dos maiores empreendedores sociais do mundo, o economista Muhammad Yunus, prêmio Nobel da Paz de 2006, me impactou em forma de luz sobre as ideias. Yunus defende os negócios sociais como forma de resolver problemas coletivos e que, trabalhando assim, seremos mais realizados como pessoas.

Compartilho da mesma visão, mas às vezes sou questionado sobre o porquê acredito na economia colaborativa e desacredito o modelo econômico atual, baseado na posse e no consumo. Afinal, como posso viver tranquilo sabendo que metade da riqueza do mundo está concentrada nas mãos de apenas 85 pessoas? A quem esta riqueza está servindo? Como posso acreditar num sistema onde a lógica dominante é ter um emprego, ganhar dinheiro e acumular? Para mim, esse modelo está falido.

Na dinâmica atual o ser humano foi deixado de lado, para prevalecer o ser consumidor, individualista. O poder de criação das pessoas foi menosprezado para sustentarem um mecanismo chamado “economia”.

Acredito que esse modelo pode mudar e, assim como Yunus, sou otimista em pensar que a união da nossa geração com a tecnologia tem a oportunidade única de começar uma revolução. Tudo o que evoluímos caminhou para chegar até aqui, e agora temos provas claras de que o modelo baseado no consumo não serve mais. As desigualdades no mundo só aumentaram, 800 milhões de pessoas ainda passam fome e vivemos a era de mais conflitos armados desde a Segunda Guerra Mundial. Está certo continuar com isso?

“Jovens devem usar suas inquietações para criar um negócio que ajude os pobres” - Muhammad Yunus

Tecnologia, criatividade e entusiasmo são as poderosas armas que jovens têm para transformar através do empreendedorismo social. Ainda assim é impossível dizer se os negócios sociais e a colaboração são de fato soluções definitivas para os problemas do mundo. O momento é de transição, ninguém sabe as respostas, e só o tempo irá certificar quais ações são realmente positivas.

Negócios sociais são inspiradores. Vale a pena conhecer mais sobre este conceito e a visão do magnífico Sr. Muhammad Yunus, alguém que definitivamente está promovendo a mudança no mundo.

Yunus esteve no Brasil em maio de 2015 e o portal Administradores.com fez uma matéria bem interessante sobre sua visão. Leia: "5 ideias do "banqueiro dos pobres" para tornar o mundo um lugar melhor"

Realmente inspirador!

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento