O saber não é suficiente

Existe uma grande euforia em busca de conhecimento. Como se o conhecimento fosse a chave que abre todas as portas - como mágica. Você lê um livro, de repente você já é especialista naquele assunto. Você termina uma formação (acadêmica ou não) e já se considera o máximo. Só que o conhecimento apenas, não é o suficiente para que você seja próspero ou bem sucedido

Existe uma grande euforia em busca de conhecimento. Como se o conhecimento fosse a chave que abre todas as portas - como mágica. Você lê um livro, de repente você já é especialista naquele assunto. Você termina uma formação (acadêmica ou não) e já se considera o máximo. Só que o conhecimento apenas, não é o suficiente para que você seja próspero ou bem sucedido.

É claro que o conhecimento é muito importante, não seria ignorante a tal ponto de dizer o contrário. Mas temos exemplos que demonstram que o saber não é o suficiente.

Vamos pensar em exemplos ligados à saúde. Certamente conhecemos pessoas que se enquadram em um ou nos dois exemplos a seguir. Fumar é prejudicial a saúde, no entanto muita gente fuma, apesar daquelas imagens horríveis que vem impressas na embalagem. Bebidas alcoólicas em excesso, além de problemas de saúde, se combinados com a direção, é fatal.

Podemos citar, por exemplo, pessoas prósperas e bem sucedidas. Os grandes ícones do empreendedorismo mundial, abandonaram suas faculdades para se dedicarem aos seus negócios, o que os fizeram além de bem sucedidos profissionalmente, prósperos financeiramente.

Pessoalmente, conheço empreendedores que mal tinham o segundo grau completo, hoje se valem de um patrimônio de colocar inveja em muitos que são formados, com mestrado, doutorado, MBAs etc.

Já entendeu onde eu quero chegar, certo?

Existe algo além do conhecer, que nos leva a fazer ou deixar de fazer algo. Ter sucesso profissional é maravilhoso, bem como prosperidade financeira. Verdade é que muita gente sabe o que é preciso ser feito para chegar lá, porém, pouca gente faz algo que as levam até lá. Por que?

Já falamos sobre zona de conforto e procrastinação. Que são, sem dúvidas, questões que podem te impedir de ir mais longe. Esses são os hábitos que devemos retirar para facilitar as coisas, mas o que está representado mais profundamente no comportamento humano que, se trabalhado de forma positiva, ajuda a pessoa a fazer algo que ela se proponha?

Você já entendeu que o conhecimento é importante, mas não o mais importante. O que é mais importante que vai sedimentar um terreno fértil para você plantar a árvore do sucesso e da prosperidade, na verdade são duas coisas, valores e propósito.

Valores são convicções que governam a vida de um indivíduo. Todos temos valores. Tudo o que você escolhe na sua vida é baseado nos seus valores. Qualquer coisa que você faça que vá contra os seus valores, você tende a ficar chateado, desmotivado, magoado, com raiva, etc. Na direção oposta, quando você faz algo que está totalmente alinhado aos seus valores, você se sente feliz, pleno, satisfeito...

Propósito é um compromisso inquestionável e inadiável que você faz com você mesmo. Este, quando alinhado com os valores, são como uma flecha, uma vez lançada rumo ao objetivo, jamais retrocede.

Com a tomada de consciência dos valores e do estabelecimento de um propósito, todo o resto se torna secundário, porque qualquer coisa que você queira atingir, você conseguirá. Não haverá desculpas, não haverá zona de conforto nem procrastinação, nem impedimentos que poderão parar você. Você vai viver a máxima do filme Tropa de Elite: "Missão dada é missão cumprida!".

Há quem chame isso de paixão. Paixão pelo trabalho. Paixão pelo seu negócio, pelo projeto. Mas nunca ninguém te disse como se apaixonar, não é?

Muita paz!

Ramon Barbosa
Coach de Alta Performance

Fonte: http://www.ramonbarbosa.com.br/blog/o-saber-nao-e-suficiente/

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento