O real poder de um simples "bom dia", não importa pra quem seja

Pode não parecer, mas um simples "bom dia" ao iniciarmos a jornada de trabalho pode fazer toda a diferença durante o dia inteiro

Este assunto é muito importante pra quem lida diretamente com pessoas, principalmente quem lida com jovens que são principiantes no mercado de trabalho.

Tenho lido diversos artigos sobre gestão, em alguns deles encontrei depoimentos de gestores que tiveram experiências boas com o "bom dia", então resolvi dar meu depoimento também, pois sei que pode ser útil como foi também pra mim.

Eu não fazia idéia de como era importante dar bom dia no local de trabalho, até que um dia conhecí um gerente que, sempre que chegava na empresa, dava bom em toda a operação, dava bom dia até pra quem menos importava (pensamento este que fazia parte do meu entendimento nulo); Na verdade, percebí ali que quem "menos importava" pra mim era quem mais poderia fazer parte do meu mundo profissional num futuro, talvez próximo ou não, mas certamente faria parte dele.

Passei então a exercer este ato, que por sinal virou parte da minha vida profissional e também pessoal; Os frutos deste comportamento apareceram muito rapidamente, num sorriso ou numa diligência apurada nas minhas designações. Desde o ascensorista até o ajudante de limpeza, todos passaram a fazer parte do meu dia a dia, e isso me deu grande prazer em exercer meu trabalho.

Durante três anos fui supervisor de uma equipe de analistas de back office jurídico, a maioria era de jovens que vieram promovidos de equipes de call center, onde muitos não tinham uma boa experiência com seus gestores, como ocorre nos call centers da vida... Depois de um tempo passei a exercer o "bom dia" individualmente, cheguei num ponto em que, quando percebí, ia em cada mesa para dar bom dia aos funcionários individualmente, até mesmo quem não fazia parte da minha equipe, isso passou a ter uma consequencia meio que drástica no bom sentido, rs: Sempre que algum funcionário tinha uma dúvida ou solicitação me procuravam, claro, quando seu gestor não estava presente.

Isso abriu uma grande oportunidade dos gestores de querer me conhecer melhor, de saber porquê os colaboradores sempre me procuravam e falavam a meu respeito. Esse depoimento aconteceu comigo, por isso estou compartilhando, não que todos têm que ser assim, mas o bom dia é realmente essencial. Concluo minha experiência com um fato que ocorreu uns anos atrás, quando eu estava em minha mesa trabalhando e, do nada, veio uma colaboradora que eu nunca havia conversado, e, pedindo licença pra falar, ela disse: "Supervisor, estou muito triste com você"! Fiquei espantado e perguntei o que havia acontecido, se algum processo ficou pendente, podendo tê-la prejudicado ou algo do tipo, ela respondeu num tom de sensaboria: "Você não me deu bom dia hoje".

Isso me fez refletir em como anda o nível de profissionalismo nas gestões executadas nas empresas, vemos aqui o que um simples "bom dia" pode incitar, desde um dia impecável de trabalho, como também exatamente o contrário.

ExibirMinimizar
aci baixe o app