O que você faz lhe traz significado na vida?
O que você faz lhe traz significado na vida?

O que você faz lhe traz significado na vida?

É preciso se perguntar muitas vezes: quem sou? O que estou fazendo? O que me realiza, afinal?

“Eis um teste para saber se você terminou sua missão na Terra: se você está vivo, não terminou” - Richard Bach

É nato do ser humano querer, conquistar. Desde que nasce, a partir de um choro, do espernear, ele informa ao mundo que quer ou precisa de alguma coisa, seja uma mamar, um colo, um conforto, um carinho etc.

À medida que vai crescendo, seus interesses tornam-se diversos e cada vez maiores, às vezes bem caros. Tudo parece interessante e muito se quer, porém nem sempre se quer trabalhar ou “pagar” o preço para ter. E mais, passa-se pela vida tentando, querendo, buscando não se sabe o quê ou por quê.

É chegada a hora de uma definição: o que sou e o que quero ser? Muitos por quês precisam ser respondidos e há muito para ser feito. É hora de arregaçar as mangas, de dar mais um passo, de trabalhar para conquistar.

Muita coisa deve ser feita: estabelecer uma meta ou objetivo que seja desafiante e que tenha um significado pessoal, e buscar informações consistentes para basear todo o seu plano de ação.

Planejar os primeiros passos, dividindo em pequenas etapas, com prazos bem definidos.

Ser persistente e assumir um compromisso pessoal para realizar, fazer acontecer, mesmo que em alguns momentos pareça muito difícil e, então, é a hora de agir diante de qualquer obstáculo significativo ou agir repetidamente e mudar as estratégias sempre que necessário.

Monitorar passo a passo, para saber se está no caminho certo e/ou se precisa fazer ajustes em tempo hábil.

Avaliar o desempenho, se os resultados previstos estão acontecendo, o que falta para alcançar o êxito. Continuar agindo rumo ao alcance dos seus objetivos.

O que mais é preciso ser feito? Deve-se comparar o seu mundo, a sua vida com os demais ou manter-se focado em seu propósito?

Afinal, é comum ouvirmos que muitas pessoas se dizem realizadas seja pessoal ou financeiramente, porém, o que é essa realização pessoal, como medi-la, o que poderia ter sido melhor, como poderia ter alcançado o que se tem em menos tempo e de maneira mais leve?

Ou, até mesmo, se toda essa conquista é motivo de comemoração ou um fardo pesado que “custa” caro para manter.

É preciso se perguntar muitas vezes: quem sou? O que estou fazendo? O que me realiza, afinal?

É preciso saber firmemente se tudo o que você se propôs na vida foi feito, do seu jeito, da melhor maneira. Se as suas realizações pessoais e profissionais foram graças ao seu talento, competência, conhecimentos e desafios que você mesmo se propôs ao longo da sua vida.

E então, ter a satisfação de sentir ainda aquele friozinho na barriga, o coração bater mais forte e o sossego da conquista virtuosa.

E sentir que a vida continua a cada dia, melhor para ser vivida, e que muito ainda há por se fazer. Uma doação de tempo, de caridade, de bondade, da vida.

Pense nisso!

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento