O que significa promover a liderança social?
O que significa promover a liderança social?

O que significa promover a liderança social?

Entenda como a liderança social é capaz de inspirar verdadeiras mudanças pela sua proposta inspiradora e motivadora

Quando falamos sobre liderança social, qual seria a primeira impressão que você teria? Aquele gestor simpático, que é o “amigão” da galera? Alguém que está sempre rodeado pelos colaboradores e é popular entre eles? Calma, nós vamos te explicar. Confira a seguir!

Como age alguém que pratica a liderança social

Um gestor que possui as características de alguém que pratica e promove a liderança social é, inicialmente, um conselheiro e facilitador. É alguém que tem seguidores e possui a habilidade de unir pessoas, intermediar acordos e conduzir toda a equipe na mesma direção. Você percebe que é alguém que projeta respeito naturalmente, mas não de uma forma intimidadora. Na verdade, acontece exatamente o oposto e todos querem acompanhar alguém assim.

Líderes sociais, no entanto, não conduzem a sua rotina apenas por uma via de comunicação. Eles interagem constantemente com o time do qual estão à frente e incentivam a comunicação com outras equipes dentro da empresa. Além disso, estão dispostos e ouvir feedbacks e discutir melhorias conforme o propósito e o alinhamento de compliance da empresa. É incrível ter uma liderança assim, você não acha?

Quais são as características em comum dos líderes sociais?

Podemos expressar o approach típico da liderança social com os seguintes traços de personalidade:

• Inspiradores: eles projetam valor de uma forma próxima e realista, não apenas como figura de referência, mas como um indivíduo que participa de forma colaborativa e co-construtiva, trazendo conteúdos e insights para que você e a equipe se desenvolva com excelência, pois acredita que o esforço coletivo para elaborar soluções sob várias óticas é a melhor saída;

• Humildade é a base: líderes sociais não acreditam que estão acima dos colaboradores que guiam. Eles querem mesmo é ajudar outros rumo a trajetórias prósperas e bem-sucedidas;

• Visão macro: líderes sociais estão sempre projetando o futuro em todos os níveis da empresa, conversando de igual para igual com eles, de modo que seja possível desenvolver um projeto ao qual todos estejam alinhados;

• Autenticidade: você pode sempre esperar deles feedbacks sinceros e justos (sempre de forma positiva, nunca para diminuir os colaboradores) para melhorar as competências ainda mais, seja as que se destacam ou as que precisam de melhoria – o que é essencial para desenvolver trilhas de aprendizagem mais precisas individualmente;

• A arte de contar histórias: por causa de suas personalidades magnéticas, líderes sociais compreendem o poder de contar boas histórias e sabem que uma boa narrativa – quando usada de forma autêntica, logicamente – contribui mais para passar uma mensagem, que pode ser interpretada e levada adiante de forma mais fácil;

• Proatividade dedicada à performance: líderes sociais são os primeiros a buscarem e abraçarem novas ideias na equipe, assim como também são os primeiros a liderar os projetos de implementação delas.

Impactos da liderança social no treinamento

A liderança social vê a educação corporativa como uma forma de usar treinamento e desenvolvimento em favor de uma mudança positiva. O foco está em como o aprimoramento do time se converte em gerar valor ao empreendimento, não apenas de mercado, mas no firmamento da identidade como uma empresa transformadora.

É importante enfatizar que o desenvolvimento das skills de um líder social não deve ser visto apenas como algo “cool”, mas ter a sua relevância ressaltada desde a assimilação das competências. Esse modelo de liderança apresenta, principalmente, eficiência no incentivo ao engajamento dos colaboradores e, em consequência disso, o reforço de hábitos colaborativos que levam ao social learning.

Com um time mais comprometido desde o aprendizado até a aplicação das competências no expediente, outros benefícios da liderança social se fazem presentes: o envolvimento com ações e causas significativas para os envolvidos nos processos – clientes, colaboradores, investidores e toda a comunidade direta ou indiretamente ligada. Viu só como os resultados disso têm tudo para ser ótimos quando começam a ser construídos desde a caminhada na educação corporativa?

Ser um líder social, enfim, é sobre saber ouvir, falar, cativar e guiar a equipe, eventualmente assumindo riscos. Mostrar-se disposto a conversar com os colaboradores de forma amigável e equivalente, em conversas que são vias de mão dupla. É representar, acima de tudo, a confiança que você quer ver todos sentirem na empresa e projetarem para o mercado e as partes interessadas. Conforme nós comentamos acima, tem tudo a ver com a construção de valor.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento