O que seu chefe nunca vai querer que você saiba sobre a resiliência

As pessoas consideradas resilientes são as que mantêm boa capacidade de recuperação após passarem por dificuldades. Por exemplo: O resiliente seria aquele que, mesmo quando perde o emprego, discute com a namorada ou esposa, não alcança a sua meta diária, ainda assim, continua sua busca por soluções ou formas de adaptação às novas realidades. Mas por que seu chefe não e resiliente e tem esse comportamento de “CHEFIA” ?E esse comportamento se tornou uma insatisfação de vários profissionais no mercado atual. Reflexão: Se os lideres estivessem mais capacitados e congruentes com a resiliência exigida dos seus subordinados, o resultado alcançado por suas equipes no fim do mês seria outro

As pessoas consideradas resilientes são as que mantém boa capacidade de recuperação após passarem por dificuldades.

Por exemplo: O resiliente seria aquele que, mesmo quando perde o emprego, discute com a namorada ou esposa, não alcança a sua meta diária, ainda assim, continua sua busca por soluções ou formas de adaptação às novas realidades.

Resiliência, palavra que vem do Latim: Resilire, que significa recusar-se a voltar atrás. Na psicologia, significa voltar ao estado anterior. Em física Resiliência se refere à capacidade que um material tem em suportar grandes impactos de temperatura e pressão, se deformar ao extremo, mas pouco a pouco conseguir se recuperar e voltar à sua forma anterior.

Já é algo muito comum em alguns países de primeiro mundo, contratar pessoas com maior QE, inteligência emocional. Os mais capacitados aqueles com maior QI já não têm mais as mesmas oportunidades no mercado atual, o fato é: quando se trata da área comercial, resiliência voltada para resultados, “quanto maior pressão você suportar maior é sua vantagem competitiva”, a capacidade de um ser humano de sobreviver a um trauma, a resistência do individuo, não só a resistência física, mas a visão positiva para se reconstruir tem sido almejada por gestores da geração atual.

Mas o que ninguém comenta sobre a resiliência e seu chefe torce para que você nunca entenda é que ela tem sido muito cobrada e exigida do operacional, mas nem toda hierarquia acompanha com o mesmo estado emocional, a CRISE atual do nosso país tem tirado muitos da zona de conforto, pois existe uma ameaça constante de demissão..., o que tem levado muitos gestores a serem chamados de CHEFES, o fato é que a cobrança vem de cima e é repassada em cada nível hierárquico, e alguns gestores aproveitando esta “Exigência do mercado de ser resiliente” pressionam demasiadamente seus colaboradores para obterem maior resultado, e a forma erronia de alguns destes gestores tem gerado traumas irreversíveis em grandes talentos no mercado.

Esse comportamento de “CHEFIA” é uma insatisfação de vários profissionais no mercado atual. Reflexão: Se os lideres estivessem mais capacitados e congruentes com a resiliência exigida dos seus subordinados, o resultado alcançado por suas equipes no fim do mês seria outro. Cada individuo tem um perfil comportamental e para cada perfil a melhor forma de leva-lo a alta performance, respeite o perfil comportamental de cada colaborador da sua equipe, se capacite, estude e entenda como tirar o melhor de cada um, seja um líder criativo, use os dois fatores lado a lado em seu favor QI (Quociente de Inteligência) e o QE (Quociente Emociona ou Inteligência emocional) para alcançar maiores resultados.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento