O que o jovem precisa saber ao procurar emprego

O mercado de trabalho ah! Esse mercado parece simples, mas só parece viu ele não é tão simples assim... Imagine o jovem procurando por uma colocação em busca do seu tão sonhado emprego com toda sua vontade de aprender

As empresas corporativas adotam ações estratégicas que favorecem no desempenho de sua lucratividade entendemos que toda empresa precisa vender, seja um produto ou serviço e consequentemente a empresa cria tipos de marketing que acabam sendo inconveniente para os jovens em busca do seu primeiro emprego.

Na atualidade somos bombardeados de propagandas de marketing que atacam sem limite, sem dó, sem trégua, uma grande guerra somos entupidos de informações que algumas vezes faz a diferença no nosso dia e outras nem tanto.

O mercado de trabalho ah! Esse mercado parece simples, mas só parece viu ele não é tão simples assim... Imagine o jovem procurando por uma colocação em busca do seu tão sonhado emprego com toda sua vontade de aprender em busca de novos desafios e por outro lado uma empresa que quer vender seus serviços.

Uma empresa que vende conhecimentos são eles indispensáveis para o jovem e seu primeiro emprego, estou falando de cursos profissionalizantes parece ser um bom casamento não? Talvez nem tanto.

Analisemos a situação a empresa querendo vender cursos e ganhar dinheiro e o jovem querendo trabalhar também ganhar dinheiro, sabe o que vem acontecendo algumas escolas profissionalizantes estão atraindo jovens com seu marketing indireto anunciando propostas de emprego para os jovens aprendizes de 14 a 18 anos.

O jovem vai até a escola acreditando ser uma proposta de emprego a empresa não divulga diretamente as informações tais como quantidade de vagas que está em aberto os horário de trabalho, a função, as atividades a serem desempenhados, os benefícios plano médico, alimentação, transporte, o salário ou bolsa auxilio, deixa tudo a desejar as informações são vagas quando isso acontece cuidado você pode estar sendo vitima da propaganda enganosa.

Algumas das empresas vão mais longe aplicam provas para testarem o grau de conhecimento dos jovens e informam que isso faz parte da seleção e depois “bum”!! Vem a surpresa a nota da prova que o jovem fez, uma ironia verdadeiros atores cara de pau dizendo que o jovem não teve um bom desempenho de certo que alguns até pode ter ido mal na prova mas o que eles querem na verdade não é saber a nota e sim vender seu peixe, aí começam o repertório dizendo que o jovem não passou na prova que nesse caso um curso profissionalizante resolverá que para ele se tornar um candidato concorrente ele tem que fazer o curso especializado em tal...e blá blá blá... aí é que entra a jogada algumas pessoas diriam golpe as escolas vendem seus serviços e muitos jovens acreditam e sabe porque? Porque as empresas prometem emprego depois do curso finalizado, outras prometem salários altíssimos uma carreira promissória um profissional de sucesso e por aí vai... quando na verdade o jovem quero dizer o pai ou responsável desse jovem está desembolsando pagando por cursos e mais cursos milagrosos eu diria.

É obvio que os jovens precisam profissionalizar, que é importante realizar um curso e que também existem instituições escolas que estão preparadas para orientar ensinar o jovem existem escolas do governo com cursos técnicos que não é paga, existem escolas especializadas com cursos ótimos que é paga. Isso é uma questão de escolha pessoal, qual curso o jovem irá realizar? O que pretende ser? Em que área atuar?

E outra o jovem em que falo foi procurar emprego e não curso, ele pretende ganhar dinheiro e não gastar dinheiro, achei um descaso com os jovens estar acontecendo isso com frequência.

Então o que resta é analisar a situação... quanto melhor tiver os objetivos na cabeça melhor será a carreira saberá a melhor direção a seguir e menos cairá nesses inconvenientes que o mercado de trabalho disponibiliza.

ExibirMinimizar
aci baixe o app