O que meu pai me ensinou sobre administração

Meu pai era uma pessoa esforçada, não desistia de nada facilmente e mesmo com pouco estudo conseguiu realizar seu maior sonho, ter seu negócio próprio

Meu pai nunca se formou em uma faculdade, sequer conseguia escrever todas as palavras corretamente, mas lutou e conseguiu administrar um negócio próprio. O que ele tinha de diferente, eu não sei, mas o que me dá orgulho dele, era a sua força de vontade.

Ele era impressor gráfico, e nunca aprendeu seu ofício em um curso; começou como faxineiro de uma empresa, viram seu potencial e lhe ensinaram a profissão de impressor gráfico.

Meu pai nunca me deixou passar fome, trabalhava até tarde para ganhar um pouco a mais de dinheiro com hora extra e chegou a ser encarregado na empresa onde trabalhava.

Ele era uma pessoa muito querida, não havia ninguém que não gostasse dele, pensava muito em ajudar os outros, algo muito diferente de mim; ele tinha bondade no coração. Ele era muito rígido em casa, mas hoje sei que sua rigidez foi muito importante para a formação do meu caráter.

Foi no ano 2000 que surgiu a oportunidade do meu pai ter seu negócio próprio; alguém estava procurando um comprador para uma maquina de batida e meu pai com seu amigo compraram a máquina.

E agora, como conseguir clientes? Meu pai conhecia todos os clientes de seu antigo patrão e todos gostavam de seu serviço; assim foram surgindo os primeiros clientes que há 15 anos estão conosco.

Outros clientes surgiram através da indicação de pessoas; meu pai sozinho aprendeu a formar preço, a cobrar e até vender, construiu uma máquina de cortar papel e continuou trabalhando até no dia de sua morte, neste ano, por um infarto fulminante na sala de casa.

Meu pai não era formado, não era pós-graduado, nunca estudou nada sobre administração, mas com sua força de vontade e dedicação conseguiu chegar onde nunca sonhou.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento