O que há além do muro?

Por medo do novo, do desconhecido, do diferente, muitas pessoas perdem incríveis oportunidades. Além do muro pode haver muitas coisas boas, basta olhar

Sabe aquele truque sujo que os adultos usam com uma criança quando não querem que ela vá a algum lugar ou mexa em alguma coisa? Por exemplo, o adulto não quer que a criança mexa em uma gaveta, então ele diz que a gaveta tem alguma coisa perigosa como monstros, bichos papões, aranhas ou algo assim. Ou a mãe não quer que a criança corra na direção de estranhos, então ela fica dizendo que as pessoas (todas as pessoas) vão roubá-la, vão levá-la embora em um saco.

Isso é muito comum, infelizmente. De fato, é muito prejudicial e não deve ser feito. O melhor é tornar o ambiente da criança seguro e parar de dizer que ela não pode fazer isso ou pegar aquilo. Muito menos assustar as crianças desta maneira com mentiras aterrorizantes.

Este mecanismo de controle e manipulação através do medo e da ignorância também é usado com adultos. De fato, está sendo usado com você atualmente sem que nem saiba disso.

Recentemente, eu assisti a um filme que retratava bem esse mecanismo. Mostrava uma cidade cercada por uma muralha, e era proibido passar através deste muro e deixar a cidade. Para que as pessoas nem tentassem ir para o outro lado, era dito a elas que fora da cidade existiam monstros, bruxas e grandes perigos. E assim, por séculos, ninguém se atrevia a pular o muro e verificar o que realmente havia do outro lado.

É claro que sempre há alguém mais corajoso e destemido que se atreve a ir contra o acordo geral, que simplesmente olha para fora do muro, vê que há lindos campos verdes e acaba fugindo para o outro lado.

Mas, quem estudou um pouco de história, deve se lembrar das inúmeras vezes quando foi dito ao ser humano que ele não poderia sair de onde estava para ver o que havia do outro lado. Isso foi usado e é ainda muito usado como um mecanismo de controle da população. Mistérios, segredos, enigmas, “não dá para saber”. São todos mecanismos de controle.

Lembra-se quando se acreditava que a Terra era plana e que se as pessoas seguissem em determinada direção encontrariam um desfiladeiro? A teoria da Terra plana foi considerada por muitas culturas ao redor do mundo, incluindo antigas culturas do Egito e da Babilônia, assim como a China até os últimos cem anos.

O filósofo grego Aristóteles já defendia ao redor de 300 anos antes de Cristo que a Terra era uma esfera. Mesmo assim, este debate foi travado em muitas culturas ao longo dos séculos. E foi usado para controlar e manipular muitas pessoas.

Por trás de algo assim, há sempre pessoas ou instituições querendo controlar outras menos informadas através do medo e da ignorância. E em muitos casos, quando alguns indivíduos mais corajosos resolviam discordar e pensar por si mesmos, eles eram caçados, torturados, queimados e acabavam mortos de uma forma ou outra.

Por isso que é ainda tão difícil hoje em dia fazer diferente, discordar de todo mundo, pensar fora da caixa, sair da zona de conforto, enfim, pular o muro para ver o que há do outro lado.

Nossa sociedade continua controlada por uma dúzia de pessoas que infiltradas na mídia, no sistema educacional, na medicina e nas religiões controlam a grande maioria da população da Terra. Um exemplo é como você fica logo depois de assistir a um noticiário na TV.

Como você fica? Com medo, ansiedade, angústia? Sente que não dá para confiar em ninguém, que todo ser humano é corrupto, horrível e que não há esperança para a humanidade? É assim que você se sente? Exato. É feito sob medida para que você se sinta exatamente assim. Depois, vem alguém dizer que a ansiedade é o mal do século...

E ai quando você ouve alguém mais corajoso como o filósofo L. Ron Hubbard dizendo que há esperança, que o ser humano é basicamente bom, que existe um mundo melhor atrás do muro, que é possível atingir seus objetivos e ser feliz... é claro que você não vai acreditar. Pior, você não tem coragem de olhar por cima do muro, nem quer chegar perto do muro. Só que desta forma, você não tem ideia do que está perdendo.

A minha proposta é muito simples. Eu proponho que você olhe por cima do muro. Não é necessário pular o muro correndo, simplesmente olhe por si mesmo, pense por si mesmo, veja o que está atrás do muro e ai você poderá decidir se quer pular o muro ou não. Quem sabe há todo um mundo novo, cheio de magia, beleza e felicidade que você desconhece e que poderá acessar assim que comece a olhar.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento