O que é radar para importação e exportação

O RADAR, também conhecido como Registro e Rastreamento da Atuação dos Intervenientes Aduaneiros, é o sistema da Receita Federal que permite que empresas possam importar e exportar

Em diversos posts eu comentei que antes de entrar no mundo do comércio exterior é muito importante buscar sempre informações que envolvem todo o funcionamento das operações nas importações e exportações, estando bem informado e preparado para dar os primeiros passos, evitará surpresas desagradáveis e gastos de recursos financeiros além do que se é esperado.

Por isso, informação e planejamento são elementos essenciais para alcançar o resultado positivo de qualquer projeto internacional.

Portanto, esse artigo trata de mais uma importante informação que envolve o comércio exterior, o RADAR, que é um documento primordial para a realização de importação e exportação, que gera muitas dúvidas sobre a sua aquisição e funcionamento.

O que realmente é o Radar?

O RADAR, também conhecido como Registro e Rastreamento da Atuação dos Intervenientes Aduaneiros, é o sistema da Receita Federal que permite que empresas possam importar e exportar, sem o registro do Radar, pelos meios legais não é possível realizar qualquer operação nas importações e exportações.

O sistema trata-se de um controle prévio que evita com que empresas utilizem o comércio internacional como uma forma de fraudar o fiscal, abrindo e fechando empresas importadoras e exportadoras a qualquer momento.

QUAIS DOCUMENTOS SÃO NECESSÁRIOS PARA SOLICITAR O RADAR?

A empresa interessada em adquirir o RADAR, deve reunir e apresentar documentos que comprovem a existência física e a capacidade financeira (capital social ou histórico de recolhimento de impostos no mercado interno).

Tanto empresas já constituídas como novas empresas poderão fazer a solicitação. A diferença está na existência ou não de um histórico de recolhimento de impostos no mercado interno que dará mais força para o pedido do Radar, facilitando assim a sua obtenção.

Basicamente são analisadas as seguintes informações no pedido da habilitação:

  • Estrutura física compatível com a operação;
  • Capacidade financeira da empresa.

É importante saber que uma empresa com pendências com o fisco terão o Radar negado. Caso a empresa tenha impostos refinanciados, este não será um impeditivo para a aquisição do Radar.

Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo fiscal da Receita Federal responsável pela análise, mesmo com toda a documentação apresentada. Para isto, a solicitante terá o prazo de 10 dias para apresentar resposta com as informações solicitadas. É importante ter o amparo de um bom contador para lhe ajudar nessa etapa.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento