O que é preciso saber antes de empreender

É preciso entender que ações planejadas e executadas corretamente conseguem gerar o resultado que tanto se espera.

Empreender é o desejo de muitos brasileiros. A vontade de colocar um grande negócio em prática faz parte na maioria das vezes de um sonho, por mais que o empreendedor tenha a consciência do quão trabalhoso e dos desafios que são enfrentados.

Não há uma fórmula para o sucesso, o que existe é um conjunto de fatores alinhados à perseverança e muito trabalho para alcançar o sonhado sucesso.

Para iniciar um negócio o empreendedor deve pensar em sua estrutura e planejamento, nos dias de hoje não basta ter apenas um bom produto ou serviço. Atualmente, não pensar nas áreas como o processo do seu negócio, na área financeira, marketing, entre outras que são importantíssimas, se dará início uma operação de forma errada.

É preciso entender que ações planejadas e executadas corretamente conseguem gerar o resultado que tanto se espera.

O resultado do negócio é de grande parte responsabilidade do empreendedor, pois é exigido dele conhecimentos, habilidades e a intuição para identificar oportunidades para o crescimento do seu negócio. Deixando de buscar o conhecimento constante e não fazer o planejamento necessário torna o caminho a ser percorrido muito difícil.

Segundo estudos do Sebrae Nacional, 24,4% das empresas foram fechadas antes mesmo de completar 2 anos de existência, este número sobe quando é analisado empresas com menos de 4 anos.
Algumas das causas apontadas para o fechamento imaturo das empresas é a falta de planejamento dos processos e o empreendedor não levantar informações importantes sobre o negócio, como por exemplo: Fornecedores, clientes, etc.
Outro fator importante é a falta de capacitação do empreendedor e da sua mão de obra. Sem noções básicas e baixa qualificação o bom andamento do negócios fica prejudicado e seu produto ou serviço não é competitivo.
Por último, mas não menos importante, é a falta de gestão do negócio. Sem organização e atenção a detalhes, o empreendedor não consegue visualizar resultados e traçar um plano de ação para melhoria e crescimento da empresa.
Um novo negócio nasce no momento em que o empreendedor tem uma ideia, um sonho e visualiza isto como uma oportunidade de negócio a sua frente, e é a partir deste momento que o planejamento estratégico e a coleta de informações que devem ser feitas com atenção.
Um negócio deve ser estruturado amplamente e há 5 áreas que são estratégicas que não podem deixar de ser avaliadas, são elas: Processos, Pessoas, Financeiro, Marketing/Comercial e Produtos.

1- Processos
Planejar e mapear os processos do negócio facilitam a padronização e produtividade das tarefas executadas. Se, desde o início, o empreendedor se preocupar com os processos do seu negócio, o desperdício de tempo e recursos são muito menores, consequentemente há ganho de produtividade e financeiro.

2- Pessoas
Nada se faz sem pessoas qualificadas e dispostas a fazerem o melhor para a empresa. Aquele velho ditado, negócios precisam de “pessoas que vestem a camisa da empresa” e além de tudo engajadas e na posição certa. O empreendedor precisa ter consciência que ele não possui conhecimento e habilidades em todas as áreas, e por isso, é importante o profissional qualificado, responsável e produtivo para a boa execução das tarefas.

3- Financeiro e fiscal
A gestão financeira de um negócio deve ser muito bem planejada, os indicadores, como ROI, break even, margem de contribuição, os custos e despesas, fluxo de caixa, entre outros, ajudam o empreendedor a traçar um plano de ação para melhoria do negócio. Há também a importância do planejamento tributário que, nos dias de hoje, se faz cada vez mais estratégico para aumentar a competitividade e redução de custos das empresas. Engana-se quem pensa que esta área deve ser analisada somente por grandes empresas.

4- Comercial
Uma empresa só vive se vender, portanto é preciso vender, faturar e entregar resultados. A importância de ter uma equipe qualificada e o processo comercial bem definido e estruturado contribuirá para otimização e produtividade da área comercial, fazendo com que a empresa utilize menos recursos e tempo para fechar suas vendas.
A produtividade dessa área é muito importante e o empreendedor precisa estar atento às mudanças, às práticas e novas ferramentas de marketing e vendas.

5- Produto
É muito importante conhecer todas as características e soluções que seu produto ou serviço possui, sem um bom produto dificilmente conseguirá manter seu negócio vivo.
A qualidade dos produtos é percebida de várias formas pelo consumidor, desde o problema que ele resolve até os detalhes de atendimento por exemplo, e gera o valor percebido. O empreendedor precisa estar sempre atento às novidades do mercado, inovando e buscando sempre por um diferencial para se destacar dos concorrentes e manter seu produto ou serviço.

As áreas citadas são um norte para o empreendedor, onde é necessário canalizar a energia para que tudo aconteça. Saber que os resultados só se dão depois de muito trabalho e tempo é essencial, afinal a construção de algo grandioso não se dará em minutos. Se preparar e saber o momento apropriado para executar ações é essencial para quem deseja empreender e realizar o grande sonho.

Por André Bernini, Administrador, empreendedor e CEO da Dues Consultoria Tributária.

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    André Bernini

    André Bernini

    CEO na Dues Consultoria tributaria Sócio do Empório Semente dourada(Produtos Naturais). Administrador e empreendedor com experiência no planejamento e estruturação de negócios, alinhado com conhecimento comercial, de marketing, mapeamento de processos, indicadores financeiros, liderança de equipes, dedicado à expansão de resultados e contínuo crescimento. - Diretor de comunicação da Associação Paranaense dos Hemofilicos - voluntariado.
    café com admMinimizar