O que é a vida e para que ela serve? O que vem antes e depois dela?

Para quê se questionar? apenas viva, não se conceitua vida nem sentimentos, como também não se discute política, futebol, e muito menos religião. Talvez a vida seja tudo pelo que você passou ontem, hoje, e ainda passará amanhã. Ela é feita de momentos que você constrói, dos bons e dos maus. Da noite mal dormida seguida de um bom dia; da bronca do pai e do abraço da mãe; do sol escaldante do meio-dia e da brisa noturna; do almoço repleto de verduras que você detesta, da sobremesa e dos doces que você consome o dia todo; do vizinho chato que tem uma irmã bonita; da reclamação do chefe e do elogio de um colega; da perda de algo importante e da sua reconquista; do esquecimento e da lembrança; de não poder sair de casa durante o dia todo, e em poucas horas de sono viajar espontaneamente sem limites; das horas de estudo forçado e dos minutos de namoro escondido; do temido vestibular e do almejado diploma de nível superior; do sogro durão, da filha dele; da subida pela escada e da descida pelo elevador; de ter para cada ação uma reação de mesma intensidade e fazer o bem mesmo que ele não tenha sempre reação; de ter por perto alguém que só fala bobagens e poder ensurdecer; de ficar calvo por preocupação e não ter de se preocupar em pentear os cabelos. Viver é ter alternativas diferentes e não poder escolher entre elas as vezes, é ter um dia após o outro, uma vida após outra. Poder dizer muito obrigado, disponha, com licença ou te amo. Ter autonomia para escolher palavras e frases, e ainda assim ser sincero. Fale e sorria o máximo que você puder, não deixe que te façam de idiota e nem seja um idiota, mas as vezes faça algo que você não faria se estivesse no suposto estado sóbrio e equilibrado dos humanos. Evite hipocrisia, mas tenha muita paciência com os hipócritas, se a sua namorada cortar o cabelo, repare e faça um elogio. Imponha-se perante os seus problemas e inimigos, você é o dono da situação, se não for tente ser, se não conseguir, finja! Tente viver os seus dias como se fossem os últimos, mas aproveite bem os seus últimos dias. Não se torne um viciado em drogas, você pode até usar, mas cuidado, coca-cola, chiclete, tv a cabo, pagode, internet e programas de auditório além de causarem dependência são nocivos à saúde. Não viva fazendo concepções sobre o céu, não pense que vai descansar sob uma árvore gozando do mais absoluto silêncio, crianças fazem barulho e os céus pertencem a elas. Lembre-se que um dia você já foi criança e que um dia, se tiver sorte, será um velhinho. Mande e-mails para as pessoas que fazem parte da sua vida, nada daquelas frases prontas, elas serão apagadas com os spams. Escreva algo você mesmo criou ou sentiu, use a criatividade e vai conseguir! Mas não espere nada em troca, um abraço, um beijo, ou até um e-mail de resposta, faça como eu e conte com o bom senso alheio (fico feliz com um obrigado), Colaboração do amigo Thiago Venas
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.