O que aprendemos em momentos de crise

Há diversas maneiras de lidar com a crise, e uma delas é enxergando as oportunidades que temos: de melhorar processos, otimizar recursos, se desenvolver, assim acontece no lar e nas empresas

Qual seu comportamento quando algum desses itens estão quase acabando e você esqueceu de ir ao supermercado ou à farmácia e sabe que não vai o fazer naquele dia: pasta de dente, shampoo, um creme qualquer, detergente, esponja de aço? Certamente você irá usar bem menos do que o normal e tentará repartir entre os dias até que vá comprá-los novamente, do que se soubesse que teria aquele item em estoque na sua casa.

Assim acontece em casa e assim acontece nas empresas, quem já não viu a cena de ninguém ligar, nem se conscientizar sobre impressão, e de repente a empresa passa por um momento difícil aí começam a pedir para utilizarem o rascunho, a fazer impressão dos dois lados? Aumentam o controle, diminuem os estoques, criam times de melhoria para reduzirem custos e assim por diante.

Só que o grande problema é que só fazemos isso tanto em casa quanto no trabalho quando literalmente a água bate na bunda, esperamos o momento de escassez chegar para nos conscientizarmos, para nos movermos e pensarmos em medidas e soluções para otimização de recursos.

Em todas as empresas que trabalhei vi isso, desde a maior a menor, desde a brasileira a multinacional, muitas vezes as empresas tem o comportamento de reduzirem o cafezinho que as pessoas tomam achando que irão conscientizar alguém com isso e mantém um setor com um gestor para cada dois subordinados, ou controla a impressão e não controla as compras gerais, não faz sentido. É preciso fazer parte da cultura de uma organização e até mesmo da sua casa ser sustentável, ser enxuta, e isso tem que ser em todos os setores, para todas as pessoas, afinal quem não sabe trabalhar com R$1,00 não saberá trabalhar com R$1.000.000,00 e vice e versa.

Em momentos de crise pessoas se desenvolvem, saem da zona de conforto, pensam, poupam, otimizam, são criativas, se ajudam, por que não fazer tudo isso também na abundância? Aproveite esses momentos para refletir e avaliar todos os pontos que podem ser melhorados, para criar procedimentos, programas que enraízem maneiras disso tudo se tornar uma filosofia, não algo que seja para apagar incêndio. Com tudo podemos aprender até em momentos de escassez, aliás, esses são verdadeiros mestres em vários campos das nossas vidas. Pense nisso!

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento