O poder da simplicidade
O poder da simplicidade

O poder da simplicidade

Steve Jobs nos deixou muitas lições e uma delas tem um grande impacto na produtividade: o poder da simplicidade

Ao buscarmos as biografias e lições deixados pelo Steve Jobs, que na minha opinião, foi um dos maiores empresários e inovadores que existiu no mundo, deixando uma empresa super valorosa, encontramos muitos aprendizados para aplicarmos no nosso dia-a-dia e nos tornarmos produtivos.

O escritor Walter Isaacson, trouxe-nos em sua obra, aprendizados para refletirmos:

1 – Tenha foco;

2 – Simplifique

3 – Assuma o controle de ponta a ponta;

4 – Quando atrás, salte a frente;

5 – Ponha Produtos antes do lucro;

6 – Não seja escravo de “focus group”;

7 – Distorça a realidade;

8 – “Impute”;

9 – Exija perfeição;

10 – Só tolere gente de primeira;

11 – Trave contato cara a cara;

12 – Domine tanto o todo quanto os detalhes;

13 – Combine humanas com exatas;

14 – “Stay Hungry, stay foolish”

O autor do livro da Biografia de Steve Jobs, expressou tristeza ao perceber criaram uma certa aversão ao Steve Jobs, devido sua natureza “quase terrorista”, há comentários de que um funcionário que entrou no elevador com ele e foi questionado no que estava trabalhando, e o mesmo não deu uma resposta boa. Simplesmente ele pediu para que fosse para o RH, pois seria o último dia dele na empresa.

Me questiono, se estivéssemos no lugar dele, será que não faríamos a mesma coisa? Bem... O público da Apple é exigente e seus produtos são extraordinários. Mas não estou aqui para julgar a forma dele fazer as coisas, mas focar num dos itens acima listado.

SIMPLIFIQUE!!! Talvez o mais difícil para nós é a parte da simplificação das coisas. Geralmente, gostamos de complicar mais as coisas do que simplificar... Por que? Porque simplificar é uma tarefa DIFICIL. Acreditamos que SIMPLES = FÁCIL (ERRO). Tornar algo simples não é fácil. Tanto é verdade, que vemos o quanto é complexo encontrar simplicidade nas empresas.

Nos folhetos de marketing da Apple aparece a frase: “Simplicidade é a suprema sofisticação”. Uma grande verdade, basta compararmos os produtos da Apple com os do mercado. A qualidade é muito superior.

Steve Jobs constantemente eliminava qualquer elemento desnecessário e focava no essencial.

Olha que interessante... Este conceito de simplicidade veio de quando Jobs trabalhou na Atari, um game, que não vinha com manual de instrução, portanto deveria ser simples o bastante para qualquer um conseguir usa-lo sem precisar recorrer a nenhum manual.

Jobs buscava causar a sensação de que o produto estava cedendo ao cliente e não o desafiando. Chegar a essas soluções não é uma tarefa fácil, mas é recompensador.

Quando comprei meu Ipad, tudo foi tão simples, tão óbvio, cada etapa era uma delícia, nada poluído. Nestas horas você pensa: “Como seria se todas as empresas adotassem esse mesmo conceito?” Seria fantástico!

Já comprei muitos produtos/serviços que me complicaram mais que me ajudaram. Fizeram um nó na minha cabeça. Isso causava uma depreciação por aquilo que comprei.

A simplicidade é o elemento superpoderoso para a produtividade. Quanto mais simples for o processo, mais rápido as coisas acontecem. Ao estudar livros de padronização empresarial, percebi que um dos pontos mais importante é “enxugar o processo”, ou seja, deixa-lo o mais simples possível, para diminuir a probabilidade de erros e problemas.

Quais as decisões que você toma hoje? Vamos lá, como você pode simplificar seu dia-a-dia, para que se torne o mais produtivo possível?

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento