O poder da proatividade

Goethe, famoso escritor alemão, certa vez disse: “Tudo o que você conseguir fazer ou sonhar que pode, comece a fazer. A ousadia traz em si talento, poder e magia.” A frase, trecho de um famoso poema do século 18, pode ser considerada uma referência à proatividade

Goethe, famoso escritor alemão, certa vez disse: “Tudo o que você conseguir fazer ou sonhar que pode, comece a fazer. A ousadia traz em si talento, poder e magia.” A frase, trecho de um famoso poema do século 18, pode ser considerada uma referência à proatividade. Naquela época, Goethe nem sabia o que era isso, mas em tempo difíceis como esses que estamos vivendo, onde a competitividade entre as organizações está no seu ápice, essa capacidade de tomar iniciativa, seja na criação de projetos, na resolução de problemas ou na organização de tarefas, é muito bem vinda no ambiente profissional.

Mas proatividade é um conceito que vai além. Consiste em um comportamento de antecipação, em que o profissional prevê adversidades e se antecipa para enfrentá-las, tomando uma atitude de responsabilidade pelas próprias escolhas diante das situações.

Tomar a iniciativa não significa passar por cima de seus colegas e superiores. Nem fazer aquilo que não é necessário fazer. Já dizia Peter Drucker; “Não há nada mais inútil do que fazer com eficiência algo que não deveria ser feito.” Na verdade, a proatividade no ambiente de trabalho se traduz em comportamentos simples como, por exemplo, o profissional que procura pesquisar inovações, procura fazer cursos e especializações para melhorar o seu desempenho e sugere alternativas para otimizar o desempenho, não só o seu próprio, mas o de sua equipe de trabalho. Em suma, o profissional proativo contribui e muito, para o alcance dos resultados organizacionais, razão pela qual, é tão bem visto pelas empresas atualmente.

Se esta proatividade for uma das características do gestor da organização, aí as chances de resultado favorável são ainda maiores. Isso porque toda organização promove um processo de transformação, onde os recursos (pessoas, orçamentos, equipamentos etc) são transformados em resultados. Quando os resultados não estão sendo favoráveis, é chegado o momento de sair da zona de conforto e procurar recursos inexplorados, expandindo assim, as alternativas da organização. Um gestor proativo utiliza ainda da sua positividade, dedicação e capacidade de relacionamento interpessoal para envolver os seus colegas e seus liderados, expressando assim mais duas características muito buscadas no mercado de trabalho, que é a capacidade do trabalho em equipe e o perfil de liderança.

Diante de tudo isso fica a pergunta; Como eu posso me tornar uma pessoa mais proativa? A resposta é ao mesmo tempo fácil e difícil. Fácil porque basta digitar no Google ou em qualquer outro diretório de busca, a frase “como ser proativo” e eis que um monte de resultado aparece (ok, eu sei que este texto será só mais um desses resultados). Mas o segredo é ler essas dicas e adaptá-las para o seu ambiente de trabalho. E isso é difícil.

Um bom começo seria observar a sua empresa, seus colegas e o seu próprio comportamento no trabalho de forma crítica, procurando descobrir formas de ser mais eficiente. Outra dica é fazer um bom gerenciamento do tempo, de modo a não se prender em tarefas desnecessárias. Fazer as tarefas rotineiras de forma mais rápida e, principalmente, saber identificar aquilo que é prioridade, o quê realmente vai impactar no resultado da sua equipe ou da sua organização.

Por fim, mas não menos importante, não tenha medo de dar sugestões aos seus superiores. As pessoas, de um modo geral, costumam se julgar muito, e assim muitas ideias não são apresentadas por medo das críticas. O que essas pessoas não sabem é que a maioria dos gestores gosta de ouvir sugestões, por mais absurdas que sejam. A ideia pode ser ruim, mas mesmo assim é uma ideia. Dar sugestões, mesmo que a empresa não a considere naquele momento, mostra que o funcionário está pensando sobre o seu trabalho e que há disposição para melhorá-lo. Em outras palavras; ideias e sugestões são sinônimos de comprometimento e proatividade.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento