O perigo das empresas que crescem a “Olho Nu”

A cada ano que se passa aumenta o numero de empresas que baixam suas portas, neste artigo você irá entender um pouco mais porque isso acontece com tanta frequencia.

Você já deve ter ouvido nas conversas de rodinha de amigos, na festinha de aniversário, no churrasco com os parentes o seguintes comentários, puxa vida aquele "fulano" ou aquele "beltrano" tinha uma empresa, começou do zero estava indo tão bem e faliu, o que será que aconteceu de tão errado? E ainda por cima contraiu um monte de dividas: porque será? Alguns arriscam dizendo que comprou mais do que poderia pagar, outros dizem foi problemas com mulheres, outros falam que foi inveja, etc.Pois é, analisando a "olho nu" não da para dizer o que houve realmente de errado, entretanto quando é analizado de uma forma profissional acontece o que normalmente deparamos em algumas empresas. Tudo começa assim:

1. A pessoa trabalhou 20 anos em uma grande empresa, fez um acerto e recebeu o tempo de serviço, férias, 13 salários e algumas bonificações;

2. Normalmente se junta com um cunhado, tio, tia, etc... que tem uma carro e vai vender para fazer uma sociedade, pois ouviram dizer que tal tipo de negocio

"dá dinheiro", esta é a expressão normalmente utilizada;

3. Pois bem, decidem em uma conversa de fim de semana na casa dos parentes que vão abrir um negócio (Um Mini Mercado), e a primeira coisa que se preocupam é com o capital, e não conhecer bem o negócio;

4. As seguintes etapas são puladas:

plano de negócio, pesquisa de mercado, pesquisa de preço, experiência no ramo, planejamento para os próximos 6 (Seis) meses para cobrir os custos, capital de giro, etc... Julgam que isso não tem necessidade é perca de tempo; 5. E assim vai, e o ponto será em um local alugado por um conhecido a um preço camarada;

6. Feita a instalação do negócio, inicia se a atividade, no inicio as pessoas mais conhecidas são os primeiros clientes, até que o negócio começa ficar mais conhecido, pois não tem nada próximo no bairro e assim vai;

7. Inicialmente como o fluxo de clientes não é muito o proprietário principal sempre esta presente e além de negociar, tem até tempo para bater um papo com os fornecedores;

8. O fluxo de vendas está em alta, vendendo muito, nesse ínterim chega o fornecedor e as compras já são feitas na base do ''achismo'' pois não há tempo nem para respirar , o proprietário principal ao invés de se preocupar com a gestão, sai para afiar a lamina da maquina do açougue que esta ruim, e quando volta tem que separar as frutas ruins da feirinha (que julga mais importante)...

9. Bom nesta altura a gestão do negócio já esta comprometida, pelo visto não tem nenhuma cabeça pensante voltada para a gestão, todos estão 100% no operacional....

E assim começa os problemas da empresa, a gestão do negócio muitas vezes é deixada de lado, sem contar que muitas vezes o micro empresário acha que o escritório de contabilidade é que tem que fazer a administração da sua empresa.

Agora pergunto, que esta cuidando? da:

Gestão de pessoas?

Treinando os funcionários?

Fazendo o planejamento financeiro?

Administrando o fluxo de caixa?

Controle de perdas?

E o principal cuidando dos CLIENTES?

A esta altura a empresa esta crescendo a "olho nu", ou seja na base da sorte, até que começa a surgir os problemas, atraso de fornecedor, funcionários que falta, falta de dinheiro no caixa, o movimento começa a cair, ou seja tudo esta caminhando a "olho nu", sem um controle e um planejamento

por escrito, e quando surge uma assessoria empresarial diz "aqui esta tudo bem, este tipo de serviço nós não utilizamos na nossa região, quem sabe usem na capital, mas de qualquer forma se um dia precisarmos entraremos em contato". E este dia nunca chega pois não deu tempo, muitas empresas preferem pagar altos juros a bancos, fechar, do que pagar uma assessoria, que por sinal vai ajudar com que o próprio dinheiro investido retorne a empresa, além de ajudá-la a sair do buraco.

Bom para finalizar, aí vem a infeliz noticia, tal empresa fechou, faliu, e voltando novamente a rodinha de amigos, no churrasco, por que será que "fulano" que "beltrano" faliu? Pois estava indo tão bem? E você o que acha? Boa semana a todos!

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.