O perfil do consumidor brasileiro e redes sociais

Outro dia ouvi alguém dizendo que gostaria de receber as ofertas do mercado via WhatsApp e então eu percebi que eu não vi isso ainda em nenhum mercado, ou pelo menos não recebi o catálogo de preço de nenhum comércio

O perfil do consumidor brasileiro mudou muito ao longo desses últimos anos, devido à crise que vem nos engolindo com a inflação, aumento de preço dos produtos e o desemprego.

Com isso houve a necessidade de se adaptar em meio dessa fase turbulenta em que passamos.

Para grandes empresas está sendo de suma importância conhecer o público alvo para vendas, pois grande parte da população está deixando de comprar produto de marcas elitizadas para comprar aquilo que é apenas bom e barato, isso é visto por exemplo, no aumento das vendas nos comércios locais: brechó, outlet, mercearia e pequenos mercados.

Todos gostam de uma refeição ou um lanche bom e barato e a nova tendência gourmet está partindo de feiras de food truck’s, que alavancou o mercado de comida de rua em 2015 e fez com que aumentasse ainda mais a concorrência entre alguns fast-food’s e restaurantes.

Esse novo método do consumidor brasileiro o reeducou nas compras do mercado, antes fazia-se a compra do mês em um único dia e em um único mercado e atualmente essa estratégia mudou, fazem-se as compras todos os dias da semana e em diferentes mercados e aproveitam o dia de promoção para produtos em específicos, como por exemplo o dia do açougue, verdura, limpeza e etc.

As compras com cartão de crédito vêm crescendo cada vez mais, junto com as parcelas.

Com essas informações deduzimos que o perfil do novo consumidor vem sendo baseada em pesquisa de preços e informações sobre os produtos e as formas de pagamentos, esse novo perfil traz um consumidor mais exigente pois ele sabe muito bem o que ele quer, pois pode ter as informações especificas sobre os produtos quando quiser.

Sabemos que o consumidor está conectado 24hs à internet e é de muita inteligência utilizar recursos de comunicação digital para aumentar as vendas com a divulgação de produtos e serviços.

Outro dia ouvi alguém dizendo que gostaria de receber as ofertas do mercado via WhatsApp e então eu percebi que eu não vi isso ainda em nenhum mercado, ou pelo menos não recebi o catalogo de preço de nenhum comércio. Pensei então no cadastro simples de clientes, que contem nome, telefone e e-mail para a divulgação de produtos e promoções via Facebook ou Whatsapp, essas redes sociais devem ser consideradas, pois é nesse caminho que encontraremos grande parte do público alvo. Quase todas as informações são digitais e com a criação de uma lista de clientes para o envio de mensagens com as promoções do dia e ofertas, pode-se aumentar consideravelmente as vendas.

O que observamos é que essa mensagem tem que chegar através de uma rede social, desde que tenha uma interação direta com o público alvo. Esse novo método deve ser levado em conta, pois o envio de um mailing de produtos, de ofertas, promoções já não chegam ao consumidor como antes, primeiro porque a utilização do e-mail caiu e segundo porque o anti-spam já não deixa essas mensagens chegarem prontamente

Mercados que possuem web sites de compras, não enfatizam o que é essencial em suas páginas principais, deixando o consumidor confuso e frustrado por muitas vezes, por não acharem o produto que necessitam.

Com a utilização das redes sociais podemos chegar diretamente ao consumidor ou exclusivamente em pessoas com o interesse de comprar.

Com isso, deixo a minha dica para empresas publicitárias e empreendedores do comércio.

Acredito que um panfleto de compras enviado via Whats App, pode ajudar muito o consumidor na hora de fazer suas pesquisas de compras.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento