O papel do administrador atual

Existem inúmeros papéis dentro da ciência da Administração que o Administrador deve conhecer e procurar se aprimorar neste sentido, mas existem alguns principais que ele deve dominar

Muito se fala sobre a importância do Administrador no século e no mundo atual, é fato que essa figura se torna cada vez mais indispensável em qualquer estrutura organizacional, Idalberto Chiavenato apresenta em seus estudos e material didático que as habilidades técnicas, humanas e conceituais precisam ser desenvolvidas por todos os profissionais da administração ele afirma que devem ser ampliadas também de maneira fundamental quatro competências: conhecimento, perspectiva, julgamento e atitude, pois somente a partir destas pode-se completar o ciclo de ação básico da profissão composto pelo: Saber, Saber fazer, Saber analisar e Saber fazer acontecer.

Existem inúmeros papéis dentro da ciência da Administração que o Administrador deve conhecer e procurar se aprimorar neste sentido, mas existem alguns principais que ele deve dominar, são estes os papéis: interpessoais, informacionais e decisórios. Já ao falar das principais funções do administrador sempre nos referimos às clássicas: planejar, organizar, dirigir e controlar.

Todavia qual seria o real sentido de Administrar, qual o Papel principal de um administrador dentro de uma empresa no mundo atual?

Com a mudança de século muitas mudanças aconteceram, avanços tecnológicos, mudanças culturais/sociais, na economia, no meio ambiente... Enfim, no meio disso tudo o mercado consolidou uma influência nunca vista na sociedade, a relação de consumo tomou novos rumos e o profissionalismo em todos os setores explodiu devido à concorrência que se tornou esmagador, surgindo assim com a globalização à demanda por empresas e profissionais cada vez mais bem informados, e quanto mais informação mais conhecimento se pode produzir , portanto nunca é o bastante atualização constante a busca por novos conceitos e novas tecnologias se tornou rotina para satisfazer a Era da informação e da melhoria contínua.

No mundo dos negócios, ex-escambo, tornou-se necessário a figura de alguém que pudesse manter o controle de todas as variáveis (internas e externas), sem necessariamente ser o dono da atividade econômica, mas que apresentasse as competências e habilidades indispensáveis para gerir o negócio. A globalização forçou muitos a saírem do achismo e mostrou a importância de aliar conhecimentos e técnicas para a produção de resultados.

O administrador deste século tem característica global, deve saber aliar os conhecimentos da ciência Administração, em suas inúmeras vertentes. Para atingir bons resultados este profissional sabe que deve principalmente: ser competente em gerir e desenvolver pessoas e equipes; conhecer a organização com seu perfil, forças e fraquezas; dar grande importância ao planejamento financeiro e estratégico; saber utilizar as informações disponíveis no processo de tomada de decisão; querer solucionar problemas prontamente além de ter a mente aberta e estar disposto a criar, inovar e arriscar. É certo que um gestor, na realidade, desempenha muito mais tarefas do que devia descentralizar também é uma tendência que vem sendo bem sucedida, em síntese, como o conhecimento nunca se esgota, o profissional atual ideal é o que consegue ser especialista e generalista, entende do todo e de tudo um pouco (ciências humanas e exatas), mas sabe focar suas energias em tarefas onde seu desempenho se mostra absurdamente melhor. Administrar os recursos e alocar os talentos no melhor arranjo possível para cada projeto faz com que os resultados sejam consequência de um bom planejamento, de um processo bem executado e acompanhado.

Sendo assim o real sentido de Administrar esta em tangibilizar expectativas e sonhos, é a única ciência capaz de transformar realidades, ainda é tida como arte por alguns, pois é passível de aperfeiçoamento. O administrador por sua vez é o ser humano que dá aplicabilidade a ciência/arte, coloca a sua habilidade em prol do crescimento e desenvolvimento de terceiros para que ele possa também crescer.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento