O MERCADO COR DE ROSA – AS EMPRESAS ESTÃO DE OLHO NELE!

Preconceitos à parte! Chegou a hora de encarar a realidade de um segmento que vem enchendo os bolsos dos empresários que apostaram em um mercado que durante muito tempo, ficou esquecido, lutando pelos seus direitos. Os profissionais de Marketing e empresários, porém, agora estão de olho nesse público que apesar de retaliações e olhares desconfiados, tem rendido milionários lucros para quem apostou em sua capacidade de consumir de uma forma grandiosa. Trata-se do Mercado Gay, hoje chamado de GLBT (Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros), A Parada Gay, ocorrida em São Paulo no último dia 29, confirmou a importância desse público para o mercado, reunindo aproximadamente 2 milhões de pessoas em São Paulo, movimentando a economia através da aquisição de produtos e serviços, bem como a fomentação do turismo, fazendo muita gente estalar os dedos contando os lucros obtidos. Vejamos alguns dados que confirmam o poder desse segmento: - Segundo pesquisa recente da Álibi, operadora de turismo para gays, esse segmento movimenta anualmente cerca de R$ 150 milhões somente em São Paulo - Dados da mesma pesquisa mostram que 84% dos gays na cidade pertencem às classes A e B. - Eles têm alto poder aquisitivo, com rendimento médio de R$ 1.000,00 por mês e movimentou US$ 2 bilhões de dólares no mundo em 1999, e cresce a uma taxa anual de 30%. - O setor turístico praticamente triplicou nos últimos 3 anos o número de agências especializadas no atendimento ao público gay, havendo hoje 30 agências em todo o país. Além disso, a freqüência de viagens desse público é em média de 6 vezes ao ano. Outro dado importante é que esses consumidores geralmente não têm filhos e são consumidores vorazes. O mercado está de olho nisso, fala o diretor de Mídia da Lew, Lara. Canais como Sony e HBO fogem do rótulo de programas para gays em atrações como Queer Eyer for the Straight Guy, The Ellen Show, Will & Grace e Queer as Folk (Os Assumidos). Mas o fato é que aproveitam bem cada migalha de sucesso dessas atrações. Segundo os organizadores da Parada Gay, representantes do Guiness Book, o livro dos recordes, acompanham a festa, que poderá ser reconhecida como a maior parada gay do mundo. A estimativa é que a festa tenha trazido para a capital cerca de 400 mil turistas, o que representa receita de R$ 240 milhões para a cidade, tendo como base um gasto médio de R$ 600 em três dias. Esse, portanto, é um mercado ideal para as empresas investirem em produtos e serviços, deixando de lado o preconceito e tendo uma visão de marketing capaz de alcançar os objetivos de qualquer empreendimento: lucro através do atendimento às necessidades e desejos de seus clientes! Zarinha (Maria do Rosário Martins da Silva) Mestre em Marketing, Professora dos cursos de graduação e pós-graduação do Centro Universitário do Leste de Minas Gerais - UnilesteMG, Consultora Externa do SEBRAE e Diretora Administrativa da FÊNIX CONSULTORIA E TREINAMENTOS. Contato: e-mail: zarinha@uai.com.br

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    Maria Silva

    Maria Silva

    PCC© – Professional Coach Certification SLAC – Módulo I – Life Coaching/Módulo II – PDC – Professional - Mestre em Marketing. Especialista em Recursos Humanos e Marketing. Professora de cursos de Graduação e Pós-Gradução. Palestrante nas áreas de Motivação, Empreendedorismo, Recursos Humanos, Marketing, entre outros. Experiência em desenvolvimento de pessoas nas áreas de Recursos Humanos, Dinâmicas de Grupos, Jogos de Empresas, Técnicas Vivenciais e Oratória.
    café com admMinimizar