O mal cuja gravidade poucos enxergam

Esse artigo tem por objetivo mostrar à saúde do trabalhador, o estresse no ambiente do trabalho que sempre existiram, causas, sintomas e a ginástica laboral como prevenção

Uma das preocupações das empresas da atualidade é manter o bem estar dos colaboradores, pois os indivíduos satisfeitos apresentaram uma melhor qualidade de vida e um ótimo rendimento. Mas ainda encontramos fatores como sintomas de estresse, que prejudicam o bem estar dos colaboradores como comenta MENDES.

Os resultados da rotina diária sobre a saúde dos trabalhadores se manifestam pelo desajuste psicológico e pelos desgastes que podem ocorrer nos diferentes sistemas corporais durante a execução da tarefa, traduzidos em uma pressão arterial descompensadas, dores nas costas ou outros sintomas (MENDES, LEITE (08,P.157)

Na área da saúde a palavra estresse foi utilizada em 1926 por selye, ele definiu o estresse a qualquer resposta de exigência não especifica (SEYLE, 1956).

O estresse passou a ser utilizado para significar opressão, desconforto e adversidade (LIPPE, 1996).

Ele considerado um dos males da atualidade, em tempos que a muita competitividade entre as empresas e pouco tempo para adaptação das novas tecnologias, há muita cobrança em relação aos colaboradores para um bom atendimento na área de comercio, tempo para produção diminuiu, mas a sempre cobrança para manter o mesmo patamar produzido, a inadequação de salário, conflito com colegas e outro fator que contribui para agravamento de seqüelas em alguns colaboradores é o sedentarismo, falta de exercício físico.

Para MENDES, LEITE (2008, P.101) A manifestação de algumas doenças pode ser uma defesa do trabalhador a uma organização de trabalho desfavorável.

Tem como sintomas a função fisiológica afetada liberação de hormônios, pressão arterial e a freqüência cardíaca aumentam; a digestão piora, pois o sangue tende a circular para outras áreas do corpo. Outros sintomas físicos são músculos contraídos, cansaço, sonolência, enjôos, e, termos emocionais, pode haver manifestação de tristeza nervosismo e até depressão.

Para uma redução do estresse pode ser de melhorias nas condições do ambiente de trabalho como colocando em pratica higiene do trabalho como cita; Chiavenato (2014, p. 56), A higiene do trabalho ou higiene industrial tem caráter eminentemente preventivo, pois objetiva a saúde e conforto do trabalhador, evitando que adoeça e se ausente. Também haver mais liberdade, elogios por partes dos empregadores ou gerentes, incentivo a pratica de esportes ou até mesmo um hobbies.

Outra prevenção é a ginástica laboral onde pode ser realizada no local de trabalho, e é de curta duração tem exercícios de alongamentos das estrutura muscular conforme as tarefas ocupacionais.

Para MENDES, LEITE ( 2008, p. 100), A pratica da ginástica laboral motivará uma mudança de comportamento, ou seja, estimulará os trabalhadores a assumirem um estilo de vida mais ativo e saudável, minimizando o impacto dessa doença.

REFERÊNCIAS

MENDES, Ricardo. ; LEITE, Neiva. Ginástica Laboral: Princípios e aplicações práticas. 2ª ed. Barueri – SP: Editora Manole, 2008.

CHIAVENATO, Idalberto. Recursos Humanos: O Capital Humano das Organizações. 8ª ed. São Paulo: Atlas, 2004.

LIPP, Marilda Novaes. Pesquisa Sobre Stress no Brasil: Saúde, ocupações e grupos de risco. Campinas: Papirus, 1996.

SELYE, Hans. Stress: A tensão da Vida. São Paulo: Ibrisa, 1965

ExibirMinimizar
aci baixe o app