Café com ADM
#

O LÍDER DO SÉCULO XXI (Liderar ou Gerenciar?)

Todo líder deveria agir para que sua obra se imortalizasse independentemente do tamanho de sua equipe e do volume financeiro envolvido! (Marco Aurélio Ferreira Vianna Consultor Organizacional) Faremos uma viagem à difícil e misteriosa arte de liderar. Para isso, vou utilizar uma frase que li no livro O Monge e o Executivo, de James C. Hunter, para que se entenda a diferença entre liderar e gerenciar. No primeiro capítulo, Hunter coloca ,muito sabiamente, o que diferencia um conceito do outro escrevendo que Gerência não é algo que você faça para os outros. Você gerencia seu inventário, seu talão de cheques, seus recursos... mas você não gerencia seres humanos. Você gerencia coisas e lidera pessoas. Pensemos sobre a importância desses conceitos e a grande diferença que fazem alguns atributos necessários ao líder desse século. Quantos gerentes ainda pensam que liderar é exercer o poder sobre as pessoas? Porém, a liderança passa por uma habilidade muito maior, pois o verdadeiro líder tem uma enorme capacidade de influenciar as pessoas. Lembre-se dos grandes líderes da história da humanidade: o primeiro e maior de todos: Jesus Cristo, além de Gandhi, Hitler, Kennedy, Churchill, entre tantos outros bons ou maus, que exerceram sua influência sobre muitas pessoas porque tinham qualidades e habilidades imprescindíveis a qualquer relacionamento como: saber ouvir, confiar nas pessoas e muito, muito carisma. A verdadeira essência do líder atual encontra-se em algumas dimensões que vão além do cargo e responsabilidades que exercem, como por exemplo, comandar as pessoas como um maestro comanda uma orquestra, porém, comandar na direção certa. Deve possuir características de um líder empreendedor, um líder executivo, com condições para liderar, além de ser um líder cidadão, sempre voltando suas ações para o bem de todos organização e comunidade. Enxerga, portanto, a liderança como uma grande causa, com um sentido de missão, pois não cumpre simplesmente tarefas. Muito acima disso, sente uma total responsabilidade por sua missão e para isso envolve as pessoas. É aí que entra a característica de um líder maestro. Nunca é um líder sozinho, pois compartilha tudo com as pessoas, dominando a estrutura de poder, chamando para si a responsabilidade pelo alcance dos resultados, e compartilhando perdas e ganhos. Outro atributo do líder pleno é que ele busca a excelência com perfeccionismo, com uma vontade de melhorar sempre e aqui, lembro uma célebre frase de Salim Mattar, Presidente da Localiza: Hoje, melhores que ontem. Amanhã, melhores que hoje! Somente comprometendo o corpo e a alma na realização de sua causa, os líderes alcançarão seus objetivos e conseguirão ter um grande envolvimento dos funcionários da organização em seus projetos, sendo fundamental para isso ter as pessoas certas nos lugares certos. Liderar no século XXI, passa por saber a importância do amor, não como um mero sentimento, mas a verdade que se encontra no coração das pessoas, pois a partir daí surgem aspectos como transparência, ética e o respeito, bases para o sucesso de lideranças nas organizações bem sucedidas. Zarinha (Maria do Rosário Martins da Silva) Mestre em Marketing, Professora dos cursos de Graduação e Pós-graduação do Centro Universitário do Leste de Minas Gerais UnilesteMG, Consultora Externa do SEBRAE Contato: e-mail: zarinha@uai.com.br
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.