O grande dilema dos recém-formados em uma economia conturbada

O momento não é dos melhores, profissionais perdendo seus postos, mas, e nós que acabamos de sair da faculdade? O que nos reserva?

Independente de nossas opiniões políticas, temos que aceitar que o contexto econômico atual não é dos melhores. É bem verdade que a recessão que enfrentamos atualmente é consequência da insipiência e porque não dizer, da imoralidade, de um pequeno grupo de pessoas que estão à frente do que eles chamam de “administração” de nossa sociedade (mas que não merecia levar esse nome em respeito a esta classe tão importante) a muitos e muitos anos. Para não dizer séculos!

Já que a realidade de hoje é consequência do que foi feito ontem, e que as ações de agora determinam nossos futuros, é fato que devemos investir em capacitação para adquirir cada vez mais conhecimento em busca de um futuro melhor, o emprego dos sonhos, uma oportunidade de ouro, o cavalo selado, enfim, qualquer outra expressão que mensure adequadamente a recompensa que alguém consegue após longas privações no intento de alcançar a realização pessoal.

Mas, o que garante que tal recompensa é para todos? Será que árduos e demorados anos em um banco de faculdade garantem uma colocação no mercado? Será que todo o investimento feito irá ser ressarcido, mas e o retorno sobre ele?

Todo o dia se vê nos noticiários ou por comentários de amigos e conhecidos que dezenas perderam seus empregos, que na maioria das vezes era a única fonte de renda de uma família inteira. E agora? Esses anos que ficamos na faculdade, o que vamos fazer com eles? Se os que estão no mercado estão perdendo seus postos, nós que estamos de fora vamos conseguir entrar?

Todas essas indagações ficam presas e entaladas em nossas gargantas. O que resume bem todas elas é a insegurança de alguém, que pela própria condição em que se encontra, está cheio de dúvidas sobre o futuro, alguém que pode ser comparado a um filhote de pássaro ao romper a casca em que estava envolto e ganhar liberdade, mas liberdade para fazer o que?

A tarefa de responder a essas perguntas é mesmo difícil, para não dizer impossível. Mas, podemos nos consolar ao abrir um livro de história e localizarmos nele vários outros momentos semelhantes a este em que vivemos e que foram superados, mesmo que não tenha sido da noite para o dia. Cabe a nós, então, simplesmente continuar nossa inabalável busca por conhecimento e capacitação, pois mesmo que as recompensas tardem a aparecer é certo que o maior triunfo de todos será nosso, o conhecimento!

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento