O gerente – um especialista em generalidades

Soa como algo estranho e beira a loucura. Como uma pessoa pode ser especialista em generalidades? Estes dois termos são contrários e não se encaixam na mesma frase. Confesso que também tomei este susto a primeira vez que os vi tão juntos e de forma complementar. Mas, tudo possui uma explicação. Me permitam expor os argumentos!

Soa como algo estranho e beira a loucura. Como uma pessoa pode ser especialista em generalidades? Estes dois termos são contrários e não se encaixam na mesma frase. Confesso que também tomei este susto a primeira vez que os vi tão juntos e de forma complementar. Mas, tudo possui uma explicação. Me permitam expor os argumentos!

Durante a leitura do livro “Mapeamento e Gestão por Processos”, de Orlando Pavani Júnior e Rafael Scucuglia, deparei com outro termo muito interessante; trata-se da “consiliência”. No livro eles advertem para não confundirmos a palavra com resiliência, pois possuem significados distintos.

gerente-especialista3

A consiliência consiste em conhecer o todo primeiro, ou seja, temos uma visão geral, para depois nos aprofundarmos em alguma coisa. Assim, pode-se partir para a parte, somente depois do todo.

“Primeiro conheça alguma coisa sobre quase tudo, depois aprenda quase tudo sobre alguma coisa” autor desconhecido.

Assim deve ser a formação de um gerente: quanto mais técnicas e ferramentas de gestão conhecer, mas bem preparado estará para superar os desafios diários e alcançar as metas estabelecidas.

Quando levamos nosso carro a mecânica, em cada momento o profissional utiliza uma feramente diferente. Existe uma chave certa para cada operação que será realizada. Por que ele não usa uma mesma ferramenta para tudo? É logico: porque não surtiria o efeito desejado e assim, não poderia alcançar sua meta.

Imagine um advogado! Quando este profissional é demandado por um cliente, em alguns casos poderia recitar leis de cor, mas apenas pequena parte, ou seja, as que atua diretamente e que manuseia com mais frequência. Para todo o restante ele dispõe de livros e mais livros, Código Penal, Comercial, Civil, de Processos e etc.

KNOWLEDGE MANAGEMENTÉ simples! Não precisa dominar todas as inúmeras técnicas de gestão, ou técnicas específicas de sua área de atuação ou setor. Mas se faz necessário ter essa visão do todo, saber que existe, e assim, poder dispor no momento correto da ferramenta mais adequada.
Qual leque de ferramentas você possui? O que está à sua disposição para ser usado quando precisar? Será que não está precisando ampliar seus horizontes? O quanto novos conhecimentos podem contribuir para a melhoria de seus resultados?

Acesse agora: http://universidadedogerente.com.br/

ExibirMinimizar
aci baixe o app