O Fantasma da Inadimplência

Especialmente no comércio varejista, na ânsia de vender mais, é comum o lojista adotar estratégias de concessão de crédito que extrapolam o limite da segurança operacional do negócio. Como também, está comprovado que vender a prazo é uma necessidade, pois é muito pequeno o número de consumidores que nunca faz ou prefere não fazer compras a crédito. Qual o empresário que nunca teve problemas com inadimplência? Em um cenário de modesta atividade econômica, juros elevados e renda real em queda, é no mínimo imprudente fazer vista grossa para o perigo do descontrole sobre a inadimplência. Monitoramento do risco é a grande chave do assunto, para ficar dentro de uma faixa de perdas aceitável, pois perdas são inerentes ao negócio, é preciso buscar equilibrar a balança, entre a flexibilidade da política de vendas a crédito e o aumento dos ganhos numa proporção maior do que as pedas. Pode-se conseguir tal equilíbrio, utilizando sistemas de acompanhamento e avaliação de risco, como os serviços oferecidos por instituições de análise de informações econômicas, financeiras e cadastrais, que verificam dados sobre pessoas físicas e a emissão de cheques, bem como a adoção de serviços de financeiras e administradoras de cartões de crédito. Mesmo a opção pela utilização de cartões de crédito, trazer taxas de administração altas e em alguns casos ainda o custo do aluguel das maquinetas, são perceptíveis as vantagens como: redução ou quase eliminação das perdas, velocidade nas vendas, captação de clientes e possibilidade de negociar a antecipação dos recebíveis. A análise além da óptica financeira, possui também o ponto de vista comercial, como o volume de vendas que o lojista terá se oferecer várias opções de pagamento para seus clientes. Saúde, Paz e Sucesso!
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.