O Endomarketing como fator decisivo na busca de resultados sustentáveis

Vender a imagem da empresa para os seus próprios empregados, ingrediente essencial para o sucesso de uma empresa.

Um tema que tem merecido bastante ênfase no mundo corporativo é a necessidade da valorização e prática efetiva do Endomarketing ou Marketing Interno. Vender a imagem da empresa para os seus próprios empregados.
Conquistá-los com seus princípios, seus projetos, suas metas e estratégias. Propiciar à equipe condições favoráveis para que se desenvolvam tais sentimentos de motivação e confiança.

Em uma organização, seja qual for a sua natureza, motivar as pessoas para que tenham um olhar uniforme sobre as questões e desafios é fundamental para o crescimento e alcance do sucesso proposto.

Conquistar, e é exatamente essa a palavra, CONQUISTAR o comprometimento dos colaboradores com os objetivos da Instituição, ter em suas equipes verdadeiros agentes envolvidos com a Missão, Visão e Valores definidos como identidade da empresa.

O bom desempenho de uma organização está diretamente associado à mobilização e atitudes de seus colaboradores em favor da empresa, o que, na lógica, é resultado da contrapartida que a gestão oferece em termos de respeito, reconhecimento e também benefícios, além da primordial consideração devida ao trabalho e esforço de cada um.

Os executivos que realmente almejam o sucesso sustentável e progressivo, cada vez mais entendem e se preocupam com a necessidade de voltar o seu olhar para dentro da organização, para o seu clima organizacional, para o comportamento de seus colaboradores e suas necessidades.

Muitas vezes os chamados “executivos modernos” que trabalham e alimentam essa imagem ”vanguardista”, se empolgam com as novidades do mercado, com índices, com os inúmeros e muitas vezes insustentáveis modismos tecnológicos e se esquecem que o principal ativo das empresas ainda é o seu Recurso Humano, o verdadeiro “Ativo”.

Sem uma equipe sólida, comprometida, com preparo e conhecimento necessários, nenhum outro projeto será bem sucedido e sustentado. Nem sempre um funcionário “furacão” daqueles que se envolvem em tudo e sempre tem alguma novidade a apresentar, é a melhor solução para um determinado momento da organização. Conhecimento e experiência exigem solidez e ainda são fundamentais!

Há tempo para aquietar, arrumar a casa, conhecer a cultura da organização de fato, solidificar os relacionamentos, satisfazer as equipes, prepara-las, remunerá-las e depois cobrar e receber o merecido resultado.

Sucesso se mede ao longo do tempo, não é um resultado imediato. Exemplos disso são todos os dias veiculados nas mídias. Nunca tivemos tantos exemplos de “modismos” mal sucedidos. Os executivos "foguetes", que sobem e descem com uma velocidade assustadora. Os insucessos desses gestores resultam em anos de prejuízos para as empresas, deixam rastros que muitas vezes não se apagam mais, prejuízos que na maioria das vezes ficam mascarados por anos, pois são os próprios gestores que filtram o que os Stakeholders devem ou não conhecer de sua gestão.

O Endomarketing se tornou uma ferramenta essencial para a boa gestão, aquela gestão que realmente traz resultados sólidos e não apenas pequenos e insustentáveis números que se perdem com pouco tempo e ao menor balanço do mercado.

Não é fácil manter uma equipe coesa e caminhando para uma mesma direção, requer sensibilidade e a real visão sistêmica que tanto é falada e na maioria das vezes é totalmente míope para o gestor. Sensibilidade não é uma competência muito requerida no mundo corporativo, pois aparentemente não eleva os números.

Enfim, como em todos os processos, é hora de rever as práticas corporativas voltadas para o seu público interno. É hora dos gestores se cercarem de colaboradores e não apenas empregados. A lealdade, a confiança, a experiência, o compromisso, ainda serão por um bom tempo os fatores decisivos nas empresas que se dispuserem a investir realmente na busca do sucesso sustentável.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento