O empreendedorismo como saída para superar a crise do desemprego

Quando um profissional perde o seu emprego, a primeira coisa que lhe vem à mente é "e agora, o que fazer?"

Diferentes indicadores que avaliam as flutuações e as tendências sobre o mercado de trabalho sinalizam que o índice de desemprego vai aumentar e segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) a taxa vai superar os 10% no primeiro trimestre desse ano. Talvez essa seja a face mais dramática da recessão econômica brasileira.

Diante dessa realidade de desemprego, um dos caminhos para superação de obstáculos, é a educação para o empreendedorismo, como forma de preparação para enfrentar o mercado de trabalho, tendo em vista o fato de que o emprego com carteira assinada vem deixando de ser a única forma de obtenção de renda.

Se você faz ou está prestes a fazer parte de um exército de trabalhadores praticamente invisíveis, o caminho do empreendedorismo é forte arma para se enfrentar esse momento. Empreender deve ser encarado como uma mudança de comportamento e atitudes; empreender é parar para mapear habilidades e agir proativamente para se obter os melhores resultados.

Quando um profissional perde o seu emprego, a primeira coisa que lhe vem à mente é: "e agora, o que fazer?" O primeiro passo para empreender é desejar a mudança, o que vai facilitar criar uma visão de futuro de onde se quer chegar. O ideal seria se você tivesse se preparado desde o início da sua carreira para o tal do Plano B, porém, como nem todos tem essa alternativa, nada impede que você se redescubra nesse momento, desenvolvendo atividades que, além de lhe trazer prazer, também possam contribuir para os seus compromissos financeiros.

Vejamos algumas opções para empreender e que podem colaborar nessa autodescoberta:

Artesanato - Se você gosta de artesanato, compre revistas especializadas, consulte lojas, descubra fornecedores e ouça a opinião de profissionais da área.

Prestação de Serviços - Se você é um profissional com alguma especialização, pense em iniciar uma prestação de serviços para micro e pequenas empresas. Este pode ser o início de um grande negócio, como por exemplo, fazer transporte de executivos, desenvolver sites, cuidar de idosos (atividade muito requerida nos dias atuais),dentre outros.

Culinária (Chef em Casa) Se você tem vocação pra cozinhar, pode aproveitar a oportunidade para fazer pratos variados e outros quitutes. A Internet oferece muitas opções e caminhos que você pode traçar para tornar o seu negócio mais atrativo. O Chef em Casa também é uma alternativa interessante, onde o profissional oferece esse serviço para festas ou pequeno grupo de pessoas.

Organizador de Eventos - Se você gosta de organizar festas, pode começar por algo pequeno. Essa é uma das idéias de prestação de serviços muito comum e procurada nos dias atuais.

Criação de panfletos e cartões - Se você tem o talento necessário, habilidade e criatividade e com uma boa maquina de impressões, poderá fazer folhetos e outros materiais de marketing para clientes individuais ou até mesmo para micros e pequenas empresas.

Terceirização - Dependendo do tipo de sua atividade, você pode propor a modalidade de terceirização, até mesmo para a própria empresa onde atuava, de acordo com a sua área de conhecimento, como exemplo: Departamento de Pessoal, Recrutamento e Seleção, Serviços Contábeis, entre outros.

Estética – Existem várias opções de serviços relacionados à estética como: maquiagem, cabelo, unha, podologia, drenagem linfática (o mercado oferece vários cursos específicos, inclusive através da Internet).

Serviços de Costura - Se você gosta de costurar, existem várias opções de serviços, como consertos, customização de roupas, entre outros.

Carreira acadêmica - Se você tem vocação para o ensino, a carreira docente também é um caminho para os profissionais mais experientes. Nesse caso, vale investir num curso de mestrado.

Aulas particulares - Essa modalidade de serviço está crescendo a cada dia. As exigências do mundo moderno, faz com que os pais fiquem muito tempo fora de seus lares, e com isso, geralmente não conseguem acompanhar as tarefas escolares dos filhos. Surge aí, a oportunidade da contratação de um professor particular, seja para eventuais aulas ou acompanhamento diário dos deveres escolares dessas crianças. Também existe a oferta de cursos de kumon, que pode ser praticada na casa do próprio profissional.

Escrever apostila ou livros - Se você tem facilidade para escrever ou discorrer sobre determinado assunto aproveite para desenvolver apostilas ou livros técnicos ou didáticos de acordo com a sua área de especialização.

Serviços de Consultoria - Faça um estudo no mercado, das empresas que podem ser seus potenciais clientes. Identifique necessidades e mudanças e apresente sua proposta de consultoria.

A própria internet é uma rica fonte de consultas, tanto para você descobrir caminhos, como para divulgar produtos e serviços.

Use sua criatividade, mude seus padrões, amplie o seu olhar e valorize mais as suas habilidades e competências.

Você já parou para pensar que ter clientes pode ser bem melhor do que ter chefe?

A experiência tem me mostrado que testar novas conexões, novos relacionamentos e especialmente praticar novas atitudes, pode ser útil para acelerar a transição na nossa carreira.

Para auxiliá-lo a mapear suas competências, apresento a seguir um exercício que está relacionado à Arte de Fazer Acontecer, porque chega uma hora em que é preciso decidir, no sentido de encerrar ciclos anteriores para abrir novos.

O foco maior desse exercício está em prepará-lo a traçar objetivos e os caminhos necessários pra alcançá-los.

Considerando que cada um de nós tem total responsabilidade por tomar as rédeas da sua vida, torna-se cada vez mais importante ter clareza das nossas habilidades e competências. Para os que já experimentaram os exercícios do autoconhecimento, autodesenvolvimento e autodescoberta, sabem do benefício que eles trazem. Esse processo desencadeia atitudes positivas e mais assertivas.

Responda as questões abaixo com tudo que vier à sua mente.

É relativamente simples, mas para isso é necessário que se pare por um instante para responder com a maior sinceridade possível, as perguntas a seguir.

Vamos lá:

Autoanálise Pessoal

  1. Normalmente me interesso por:
  2. Os sentimentos mais frequentes na minha vida são:
  3. Eu fico feliz porque tenho:
  4. O que eu mais gosto em mim é:
  5. Eu me interesso muito por:
  6. Em compensação não me interesso por:
  7. Hoje tenho certeza de que não quero:
  8. O meu maior sonho é:
  9. O que mais gosto de fazer em termos de trabalho é:
  10. Se eu tivesse que empreender, gostaria de ter ou fazer:
  11. O comportamento que mais desaprovo em mim e gostaria de mudar é:
  12. Geralmente sou um sucesso quando:
  13. Se eu tivesse que empreender, não faria de forma alguma:
  14. O que mais me motiva a atingir o meu objetivo é:
  15. O meu ponto forte é:
  16. O que mais me desafia é:
  17. As pessoas geralmente me avaliam como:
  18. A minha maior habilidade é:
  19. Os meus pais e amigos geralmente dizem que sou:
  20. O meu ponto fraco é:

Na sequencia, você fará de conta que está lendo as respostas de outra pessoa, e não as suas. Avalie e perceba suas forças e fragilidades, seus medos, desejos, sonhos e metas. Reflita sobre o que suas respostas indicam a seu respeito. Após, pegue uma caneta marca texto e escolha as três respostas que foram mais impactantes e importantes para você e que poderão ser consideradas como diferenciais para empreender e alavancar sua vida ou a sua carreira.

A razão desse exercício é propiciar a consciência de como você é e do que você mais deseja ser, facilitando a obtenção do autoconhecimento e do entendimento sobre si próprio. Com certeza, ao final dessa reflexão, você terá uma visão muito mais clara de onde quer chegar e qual o caminho necessário para empreender e atingir o que deseja.

Vá em frente e boa sorte!

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento