O empreendedor invulnerável

Iniciar um negócio é tarefa árdua, pois trabalha-se muito para que os primeiros resultados apareçam, no entanto, é exatamente neste momento que muitos empreendedores começam a agir como se nada mais pudesse atrapalhar o rumo dos negócios

O desejo de ter seu próprio negócio, ser o chefe, faz com que muitos escolham o caminho do empreendedorismo. Você tem uma ideia, vê nela uma oportunidade e começa aventurar-se no fascinante e arriscado mundo dos negócios. O início é complicado, cheio de desafios e aprendizados, mas depois tudo parece ficar simples, os primeiros resultados aparecem e é nesse momento que alguns empreendedores cometem um erro gravíssimo, o de achar que todos os riscos do negócio foram eliminados e que nada mais vai impedir a empresa de crescer e alcançar os resultados esperados.

Assim ocorre a invulnerabilidade, que é um comportamento nocivo para qualquer negócio, mas é especialmente letal para micro e pequenas empresas, na qual normalmente as decisões são tomadas pela figura quase sempre solitária do empreendedor. Obviamente, existem diversos sintomas que identificam um ambiente em que a invulnerabilidade influencia a condução do negócio. Logo, abaixo descrevo alguns sintomas que considero importantes e que precisam ser sanados rapidamente.
Sintoma 01: O isolamento do empreendedor.
Gradualmente, o empreendedor começa a se distanciar de todas as opiniões que afastam-se daquele conjunto de “receitas” que ele definiu para conduzir o negócio. Ele não observa a movimentação do mercado, as iniciativas adotadas pelos concorrentes, tampouco a opinião e experiência dos principais clientes.

Sintoma 02: Definição de cenários sempre otimistas.
Nesse estágio, o sentimento de invulnerabilidade já permeia as atividades e decisões estratégicas da empresa e influencia a construção de um cenário sempre positivo para o negócio, mesmo quando um ambiente negativo é determinado, quase sempre ele não define claramente os riscos presentes no mercado e nem as ações mitigadoras que a empresa deve exercer para o período planejado.

Sintoma 03: Distorção da realidade
Aqui o empreendedor ignora todos os sinais de que as decisões sobre o negócio estão erradas e distorce a realidade com explicações e argumentos vazios e distantes do cenário em que o negócio apresenta atualmente.

Como comentado, existem outros sintomas dessa invulnerabilidade na gestão do negócio, mas as três citadas acima são as principais e mais mortais para empresas de micro e pequeno porte em minha opinião.
Se você se identificou em alguma dessas situações, sugiro que primeiramente forme um pequeno conselho composto por pessoas competentes e atentas ao seu tipo de negócio, dessa forma, você poderá entender e discutir suas decisões e planos de modo mais independente e diversificado. Assim, perceberá os efeitos positivos para o crescimento e estabilidade do seu negócio.
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.