Café com ADM
#

O Dono da História

Você não gostaria de voltar no tempo e refazer algumas coisas que deram errado? Você não gostaria de dar conselhos para aquele jovem de 30 anos atrás para que não cometesse erros que hoje você não cometeria?

Você não gostaria de voltar no tempo e refazer algumas coisas que deram errado? Você não gostaria de dar conselhos para aquele jovem de 30 anos atrás para que não cometesse erros que hoje você não cometeria? Você não gostaria de levar sua atual maturidade e experiência àquele idealista e sonhador que você nem lembra mais o que tinha na cabeça naquela época? Pois este é o tema de mais uma grande obra prima do chamado Novo Cinema Brasileiro que está em cartaz nos cinemas do país, A Dona da História. Numa crise no casamento, Carolina (Marieta Severo) sugere outros finais para sua história se ela tivesse tomado decisões diferentes há 30 anos. Cada decisão, um final, nenhum deles feliz.

Quem dera tivéssemos uma bola de cristal onde pudéssemos vislumbrar como ficará nossa vida no futuro. Quem dera pudéssemos antecipar as conseqüências de cada decisão que tomamos em nossa vida. O professor e consultor Luis Carlos Cabrera sugere que, de vez em quando, façamos o seguinte exercício: Imagine-se, daqui a 10 anos, encontrando-se com um amigo que você não via há 10 anos. O que você contaria a ele? Que coisas você terá realizado nestes 10 anos? O que de importante você terá feito? Que projetos terá concluído? Que experiências terá vivido? Que pessoas terá conhecido? Um exercício simples para construir uma visão positiva do futuro.


Todo empreendedor sofre do dilema da decisão. A cada decisão que ele toma, uma opção é escolhida enquanto outras são abandonadas. Na maioria das vezes, o empreendedor jamais saberá o que poderia ter acontecido se ele tivesse escolhido outra opção. O dilema reside na angústia de escolher errado e não saber se outra solução seria melhor. Muitos empreendedores resolvem este dilema construindo uma sólida visão do futuro. Porque a visão do futuro serve como guia, uma indicação do destino que ilumina o caminho a escolher.

Mas, como conselho nunca é demais, relato a seguir alguns deles, dados por experientes empresários durante um seminário que ministrei em resposta à seguinte pergunta: Qual seria o principal conselho que você daria a você mesmo se pudesse voltar para o tempo em que iniciou o seu negócio?

1) Tenha paciência. Não se afobe, não fique angustiado se os resultados não vêm logo. Trilhe seu caminho com a segurança de que cada passo é um passo firme. Não se desespere se de vez em quando precisar dar um ou dois passos para trás. Às vezes é necessário para seguir em frente.

2) Lembre-se sempre do seu sonho. Muitas dificuldades surgirão no seu futuro. Sua perseverança e determinação dependem de quão forte e importante é realizar o seu sonho. Se seu sonho não for específico, claro e motivador o suficiente, você logo perderá as forças e cairá diante dos primeiros obstáculos.

3) Não seja cauteloso demais. Você nunca terá certeza de tudo como deseja. Muitas vezes, para avançar, é preciso correr alguns riscos. Não tenha medo de dar errado. Faz parte do seu crescimento e processo de maturação. Não veja apenas os riscos, assim como não pode-se ver apenas os benefícios, mas ambas as partes de forma equilibrada e isenta.

4) Faça planos, mas não os siga ao pé da letra. Planos são bons porque mostram um caminho. Mas muitas coisas acontecem durante sua execução que podem mudar o significado de muita coisa que você planejou. Seja flexível para mudar metas, ações, recursos. O sucesso está em atingir o objetivo e não em realizar o plano.

5) Cerque-se sempre das melhores pessoas. De preferência melhores do que você. Procure pessoas que o complementem, que sejam competentes e tão empreendedores quanto você. Ninguém consegue nada sozinho. Construir equipes fortes é a obrigação de todo empreendedor.

6) Aprenda, aprenda, aprenda. Conheça bem o seu negócio, saiba tudo sobre seu produto e de seus concorrentes, informe-se sobre o setor, mercado, tendências, técnicas, ferramentas, metodologias, etc. Leia sobre tudo o que diz respeito direta ou indiretamente ao seu segmento de atuação. Você só saberá aproveitar as melhores oportunidades se estiver o tempo todo ligado.

7) Não se esqueça da sua vida. Não tenha uma vida fixa apenas no trabalho. Todo empreendedor precisa dedicar um tempo acima do normal a seu negócio, mas jamais deve se esquecer de sua vida pessoal, social, familiar e espiritual. Perder o equilíbrio neste começo pode ter conseqüências desastrosas e irreversíveis no futuro.

8) Dê atenção aos funcionários. Todo dizem que o mais importante é o cliente. Mas na verdade, o mais importante são os funcionários. Funcionários felizes, contentes, motivados tratam melhor o cliente de forma espontânea, natural e automática, o que é melhor do que simplesmente focar o cliente.

9) Não confunda importante com urgente. Nem tudo que é urgente é importante. Só que acabamos tão absorvidos com os problemas do dia-a-dia que acabamos desperdiçando tempo demais apagando incêndios e esquecendo o que nem sempre é urgente mas é fundamental para a sobrevivência ou o crescimento da empresa.

10) Tenha um mentor. Não jogue sozinho, não seja um lobo solitário. Tenha alguém de confiança com quem possa se abrir e compartilhar suas angústias e dúvidas. Alguém que tenha a capacidade de criticá-lo e colocá-lo no chão quando estiver voando alto demais ou que o atire do precipício quando estiver enraizado demais ao chão. Saiba também separar o pessoal do profissional. Relações muito próximas e excesso de sentimentalismo podem arruinar um grande negócio.

Como disse, seria bom ter uma bola de cristal para prever o futuro. Mas não temos, e o empreendedor de verdade nem precisa dela, porque ele não prevê o futuro, ele o constrói. Não se esqueça, você é o protagonista e o roteirista da sua história. Só depende de você escrevê-la e vivê-la e de mais ninguém. Assuma esta responsabilidade e construa uma história de sucesso. Você é o dono da sua história.



ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.