O direito e a responsabilidade de escolher

O destino de uma pessoa não era exatamente uma questão de chances, de probabilidades ou de ter mais ou menos sorte, mas sim de escolhas

Sempre acreditei que o destino de uma pessoa não era exatamente uma questão de chances, de probabilidades ou de ter mais ou menos sorte. Sempre acreditei na força das minhas escolhas. Obviamente, este pensamento se encaixa no meu próprio destino. Não acredito que o destino seja algo a ser esperado; acredito que seja algo a ser REALIZADO!

O poder de escolher nos transforma em homens livres. Ao exercitarmos nosso poder de escolha, deixamos de ser plateia e passamos a ser protagonistas no palco da vida. Deixamos de sentar no banco do carona e passamos a dirigir o carro da vida.

A verdadeira felicidade implica na liberdade de escolher. Mas sendo assim, por que tantas pessoas vivem uma vida de angustiante espera de notícias que alterem o rumo de seus destinos? Por que tantas pessoas se conformam em seguir as escolhas dos outros? Por que parece tão mais seguro viver sem que tenhamos que optar por qual caminho devemos seguir? Simplesmente porque é mais fácil deixar o barco seguir a correnteza do que segurar firme no leme e direcionar o barco no caminho da realização dos nossos sonhos.

A liberdade de escolha acarreta na responsabilidade de cada passo. Por isso, escolher é chamar a responsabilidade para si. É responder pelas contas que surgem quando tomamos decisões. Uma escolha pode ser certa ou errada, e a partir daí a responsabilidade passa a ser só nossa, e não podemos culpar os outros.

Toda escolha implica em riscos. Todos que escolhem tendem a ter uma boa dose de erros em sua vida. Toda escolha nos leva em algum momento a lugares desconhecidos e aparentemente inseguros. Mas somente uma vida de livres escolhas nos faz sentir o verdadeiro sabor da vida. Portanto, escolha! Esse é um direito e uma responsabilidade sua.

Melhore sempre e muito sucesso!

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento