O dia que parei de culpar outras coisas pelo meu insucesso

Quem está de fora não vê as suas quedas, só vê os seus resultados, e pra quem apenas deixa a vida levar, o que vier é lucro

Teve um momento na minha vida que eu comecei a ficar cada vez mais “sortudo”.

Vou te confessar que eu era um funcionário mediano nas empresas que passei. Fazia o que era pedido, reclamava quando exigiam demais de mim, pensava que o melhor jeito de encarar uma vida difícil era deixar a vida me levar. Dinheiro é dinheiro, vai e vem.

Momentos ruins aparecem, era normal. Viver os momentos bons intensamente era o que eu tinha que fazer. Aproveitar esses momentos e depois lamentar como eles passavam rápidos... Até que chegou o dia em que eu comecei a ser impactado por fatos que começaram a desentortar no braço a barra de ferro que era meu caminho.

Eu sempre dizia para meus amigos que eu não sabia quando e nem o quê, mas um dia eu teria uma empresa, o problema é que eu só dizia, mas não fazia nada pra alcançar meu sonho, e o primeiro impacto que tive foi quando li o livro Pai Rico, Pai Pobre. Aquele livro mudou minha forma de pensar sobre o modo como eu tocava minha vida. Logo depois de algum tempo fui impactado por um vídeo do Flavio Augusto da Silva, o vídeo da galinha e da águia, (que você também pode encontrar no Youtube, super indico!) e essa foi a marca definitiva para que eu finalmente focasse em tentar tornar o meu sonho realidade: empreender em algo.

Logo após eu começar a focar meu mindset em fazer acontecer, as coisas não deixavam de ser difíceis, mas cada vez ficavam mais possíveis.

Sabe por que eu ficava cada vez mais sortudo?

Por que quem está de fora não vê as suas quedas, só vê os seus resultados, e pra quem apenas deixa a vida levar, o que vier é lucro.

Pra nós não! Corte a cordinha!

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    Lucas Lopes

    Lucas Lopes

    Lucas Lopes é empresário, formado em publicidade e propaganda e tem como objetivo e missão expulsar o vitimismo e a síndrome do 'vira lata' no Brasil, mostrando que é possível sim realizar os seus sonhos, assim como vem realizando os seus.

    café com admMinimizar