O Desenvolvimento dos Talentos Humanos – A finalidade justifica a medida?

A vida do ser humano, assim como a natureza é regida por princípios, portanto quanto maior o empenho e fervor, dedicação e tenacidade no aprendizado e desenvolvimento de uma nova atividade, melhor será o alcance do objetivo, na realização dos trabalhos executados. O desenvolvimento humano necessita de aprimoramentos constantes, tendo uma característica peculiar de ser obstinado em fazer bem feito e com precisão qualquer tarefa que lhe incumbam, e na grande maioria são profissionais que sem ter a certeza absoluta de qual fim chegariam, se apaixonaram pelo que estavam fazendo e acabaram se transformando em grandes artistas, empresários, administradores, cientistas, professores, consultores, desportistas e etc. Portanto fica uma certeza que só conseguiram se encontrar profissionalmente, porque estavam abertos para ver e experimentar outras estradas. Não estavam de olhos fechados para o novo, ou com os olhos fixos em um único foco ou alvo. Entretanto, nada de ficar achando que a vida é uma fórmula científica, uma receita de conteúdos prontos para uma formação específica, a nova dinâmica do mundo corporativo chama o profissional para a multidisciplinaridade e para a multifuncionalidade. Partindo do geral para o especifico e do seu conhecimento especifico, agregando conhecimentos generalizados. Na primeira observação parece mais lógico que seja aceito que o correto é ter compromisso com a finalidade, mas será que a finalidade justificará a medida? É Claro que justificará para aqueles que já possuem um caminho definido e traçado com absoluta certeza, sabendo o que realmente querem para as suas vidas. Normalmente são pessoas obstinadas que miram um alvo e caminham com um foco bem definido sobre esse alvo. Correm, portanto o risco de que no final do percurso, o alvo ou objetivo esteja errado. Ou seja, a obsessão é tamanha que ficam obcecados em atingir seus objetivos, sem se importarem com o que estão deixando a beira do caminho ou não se permitiram ver a verdade, que num determinado momento em sua trajetória, a estrada bifurcou, ou seja, deveria ter buscado outro rumo. Diante do contexto entende-se que se a finalidade justifica a medida ou a medida a finalidade, isso dependerá da ética e da cidadania exercida pela pessoa, o que realmente importará é o grau de envolvimento e compromisso que deverá ser dedicado na execução das atividades ou processos dentro da empresa. Pois, ignorando os princípios éticos o profissional dificilmente chegará a um objetivo glorioso, tenha a sua profissão nascida de um sonho ou do acaso. Para alcançar êxito no exercício da profissão torna-se necessário:  Ter comprometimento continuo com o seu crescimento humano e profissional e em fazer com excelência as suas atividades de hoje, se realmente deseja chegar a um fim glorioso amanhã;  Estar sempre aberto para alterar seus rumos ou caminhos, sempre que encontrar novas estradas que lhe pareçam mais atraentes;  Tomar bastante cuidado, para não ficar pulando demais de estrada em estrada, sem dar o devido tempo para saber se está ou não no caminho que lhe levará à sua realização pessoal. No entanto, não confunda as coisas. Você pode descobrir por acaso a finalidade das suas habilidades, mas jamais conquistará a eficácia e a glória por mero acaso. O trabalho constante dignifica e sendo bem feito produz excelentes resultados. Profª. Adm. Rose Mary Santos de Amorim – Consultora Empresarial
ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento