O DESAFIO DA COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL

O DESAFIO DA COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL Muitas empresas ainda não se deram conta que a comunicação interna é fundamental para o bom desempenho de seus colaboradores em se falar a mesma língua; muitos ainda estão lá no passado distante na Babel ou na Torre de Babel, que em linhas gerais significa confusão; não estamos dizendo que as pessoas devem ser comunicativas, mas estamos dizendo que a empresa deve ter um sistema ou um padrão de comunicação para transmitir suas informações, diretrizes, normas, missão, valores, planos estratégicos, disciplinas e outras de interesse geral dos funcionários e da empresa. Podemos também definir que comunicação é um processo social que se caracteriza pela transmissão, recebimento e troca de informações. Os livros de Pierre Weil e Roland Tompakow Relações Humanas na Família e no Trabalho e O Corpo Fala, devem ser nossos livros de cabeceira para nossas relações, e a comunicação não-verbal. Mas o que quero salientar são: a comunicação e orientações que podem levar as empresas ao caos, perder clientes, criar atritos e conflitos internos, ter inúmeros produtos refugados, não ter produtos em estoques para atendimento, não fazer alterações solicitadas pelos clientes, fazer um propaganda que não atenda as solicitações dos vendedores, não produzir os produtos prioritários, comprar matérias primas sem consultar a programação de produção, produzir sem consultar o planejamento de vendas, gastar ou fazer retiradas sem consultar o fluxo de caixa, fazer preços de vendas sem consultar os custos dos produtos, dar descontos sem consultar a lucratividade, não determinar limites de aprovações para compras, e outros. Tudo isso parece óbvio para alguns, mas a realidade dentro das empresas mesmo as de médio porte continuam praticar o laissez fair, cada departamento ou diretoria faz o que acha melhor sem verificar as conseqüências futuras ou á dos outros departamentos, principalmente quando cada sócio está liderando uma área da empresa; um é de finanças, outro de produção o outro da área comercial e cada um faz aquilo que é melhor sem consultar ou planejar o que é melhor para a empresa num todo. Neste caso específico a comunicação não existe, e os subordinados de cada um valendo-se do poder e autoridade do seu diretor divide a empresa em feudos, criando um caos administrativo e uma empresa de vida curta. Outra ocorrência comum é quando a empresa começa a montar um sistema de informação, contrata-se um profissional de TI ou TCI, Tecnologia da Informação ou Tecnologia da Comunicação e Informação, com poderes sobrenaturais e sem fazer um levantamento e avaliação das reais necessidades, implantam-se enlatados ou módulos que nada tem a ver com a cultura da empresa e sem o devido treinamento dos usuários, geram-se informações erradas que prejudicam as tomadas de decisões, tais como: controle de estoques de matérias primas e produtos acabados, produtos em elaboração, ou ainda sendo fabricados, controle de duplicatas a receber ou em atraso, controle de contas a pagar, controles de pedidos a faturar, controle de produtos enviados em consignação ou em comodato, previsão de vendas, fluxo de caixa, controle de custos dos produtos, etc. Outra ocorrência também muito comum para valorizar pessoas, coloca-se o titulo de Recursos Humanos, ao Departamento Pessoal; e sem a devida qualificação em recursos humanos e gestão de pessoas este profissional cria expectativas e frustrações nos funcionários pela falta de comunicação correta e linguagem apropriada, pela falta de atualização e valorização quanto aos benefícios oferecidos, pelo critério de avaliação dos funcionários, pela falta de um programa de treinamento e incentivo de carreira, pelo recrutamento interno, etc. Quando todos os diretores, gerentes e funcionários conhecem a missão da empresa e respeitam os canais de comunicação estabelecidos e estão alinhados com os objetivos e metas da mesma, não fazendo nada que venha prejudicar o conjunto previamente planejado e sistematicamente atualizado, certamente o sucesso será alcançado. Autor: Cláudio Raza; Administrador de Empresas, Economista, Contador, Pós-Graduado em Gestão de Pessoas para Negócio, Professor Universitário, mais de 35 anos assessorando empresas. E-mail: c.raza@terra.com.br. www.razaconsultores.com.br.
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.