O ciclo PDCA e algumas das ferramentas da qualidade

Este artigo demonstra a importância do ciclo PDCA e algumas das principais ferramentas da qualidade que contribuíram para a evolução gestão

O ciclo PDCA é uma filosofia de trabalho que busca o controle efetivo de processos e foi este modelo de trabalho o precursor da tão conhecida filosofia toyota de produtividade, esta que utilizou diversas ferramentas da qualidade que buscavam, em última análise, a melhoria contínua dos processos (qualidade).

O ciclo PDCA é um método de trabalho sistêmico onde a busca pela melhoria de processos ocorre de forma contínua, pois entende-se que através de quatro princípios básicos de gestão produtiva (Planejar, Executar, Verificar e Ajustar) é possível alcançar a qualidade com maior eficiência.

Neste sentido a análise e medição dos processos são relevantes para a manutenção e melhoria destes (qualidade), contemplando inclusive o planejamento, a padronização e a documentação. O uso da ferramenta PDCA pode ser assim relatada:

P (Plan = Planejar)- Definir o que se quer e onde se quer chegar, através de um planejamento consistente que estabelece metas e define os métodos que permitirão alcançar os objetivos propostos.

D (Do = Executar)- Resume-se ao compromisso com à ação. É assumir a responsabilidade com à ação, colocando o que foi planejado em exercício, seguindo as métricas anteriormente estabelecidas.

C (Check = Verificar) - Verificar os resultados que se está obtendo através de medições, comparando os resultados alcançados com os resultados pretendidos, dentro de um processo organizado, contínuo e orientado ao desempenho.

A (Action = Agir) - Corrigir, tomar medidas corretivas em caso de não conformidades. Ou seja, ajustar e equilibrar os resultados obtidos aos resultados pretendidos, podendo, inclusive, alterar planos e processos por inteiro.

A filosofia kaizen se baseia na filosofia de Deming e seu ciclo PDCA. O uso do termo Kaizen no lugar de palavras como produtividade, engloba outras tantos conceitos e ferramentas como o TQC, JIT, CQC, 5S, CEP, entre outros. A mobilização da filosofia oriental de produção é a busca pela mehoria contínua, o aproveitamento máximo de recursos e a excelência na gestão.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento