O algoritmo do Facebook mudou. E agora?

O que sua empresa deve esperar da mudança do algoritmo do Facebook?

O dia nada esperado pelas marcas e profissionais de marketing chegou. O Facebook está mesmo mudando o seu algoritmo para mandar menos tráfego aos sites de conteúdo.

De agora em diante, os posts de amigos e família serão priorizados aos publicitários, de empresas e outras páginas.

A rede social disse que a mudança vem de uma preocupação sobre o quanto esse tipo de conteúdo pode atrapalhar as conexões entre as pessoas mais próximas.

Essa notícia já era esperada pelos que trabalham com mídias. Uma pesquisa realizada pela SocialFlow um pouco antes do anúncio já divulgou que o alcance de posts publicitários caiu 42%.

Um número de impacto, sabendo que em média 40% do tráfego pago pelas marcas vem do Facebook. Mas o que mais podemos esperar? Veja esses pontos:

  • Vai afetar o trabalho dos editores de conteúdo

Sabendo que publicações compartilhadas pela família ou amigos tem mais relevância, bastaria que eles compartilhassem os posts das marcas para que eles continuassem a ter um bom alcance, não é mesmo?

Na verdade, não é tão fácil assim, com essa mudança e com o alcance menor, poucos usuários terão a chance de ver os posts em seu feed para compartilhar. Logo, as marcas precisam estar prontas para encarar um tráfego muito menor daqui pra frente.

Pagar mais pelo tráfego

Quando os profissionais começarem a notar o declínio no seu painel de alcance, não haverá muita saída, logo teremos que ceder e pagar mais para chegar a mais pessoas.

O custo por engajamento vai crescer

Com a oferta crescente e a compra de mais anúncios para conseguir alcançar os usuários, a demanda certamente fará com que os custos aumentem. Mais um ponto para se preparar.

  • Estratégias de vídeos

Os vídeos estavam sendo muito explorados pelas marcas. Com o autoplay do Facebook, o número de visualizações era enorme, o que incentivava e “alegrava” as marcas em relação ao seu desempenho. Mas agora, com a mudança na compra de anúncios, ligada ao envolvimento com a publicação, as marcas terão que repensar o valor a ser investido.

As redes sociais são grandes canais de marketing para as marcas, mas é preciso sempre estar atento ao quanto seu negócio é “refém” delas e na sua capacidade de inovação. É importante se adaptar, mas também buscar alternativas para reforçar suas vendas e melhorar os resultados.

ExibirMinimizar
aci baixe o app