Negócio quase pronto: chegou a hora de adquirir as mercadorias

Lembre-se que se você optar por uma empresa de varejo – vestuário, por exemplo – terá gastos com estoques. Porém se optar por uma empresa prestadora de serviços – assessoria jurídica ou contábil, por exemplo – não terá essa preocupação

Já escrevi aqui sobre “outra questão a ser observada na criação do seu negócio: os investimentos em equipamentos e instalações” E, dando continuidade ao projeto, a postagem de hoje se refere a “Negócio quase pronto: chegou a hora de adquirir as mercadorias.”– que representa a 8ª fase para a montagem da empresa.

8ª. Negócio quase pronto: chegou a hora de adquirir as mercadorias

Até aqui você fez a escolha do tipo de negócio para a sua empresa, do ponto comercial, da modalidade da empresa, fez o registro da mesma, também, providenciou a documentação e, por fim, investiu nos equipamentos e instalações, portanto, a sua empresa já está quase pronta, faltando, tão somente, as mercadorias para que você possa dar início ao seu negócio e começar a comercializar com o público.

Lembre-se que se você optar por uma empresa de varejo – vestuário, por exemplo – terá gastos com estoques; porém se optar por uma empresa prestadora de serviços – assessoria jurídica ou contábil, por exemplo – não terá essa preocupação.

No entanto, se o negócio escolhido será no segmento de varejo; dispor em sua loja de tudo um pouco nem sempre quer dizer que você está preparado para enfrentar a concorrência; por isso, é mais importante ser conhecido como uma empresa que vende produtos de um mesmo segmento, que é mais fácil de controlar os estoques, do que querer vender de tudo e não atender bem os clientes.

Porém, saiba que você poderá escolher do “alfinete ao foguete” para comercializar no seu empreendimento; mas, após você ter definido quais os produtos que irá vender, evite transacionar com fornecedores intermediários, compre direto dos fabricantes.

Agora, se os fornecedores que você escolheu exigirem valores altos demais para as compras mínimas e você não dispor dos recursos, no momento do pedido das mercadorias, a sugestão é fazer parcerias – do tipo cooperativas – com outras pessoas do mesmo segmento do seu, para realizarem os pedidos de forma compartilhada.

Porque, você assim procedendo, poderá trabalhar com uma boa margem de lucro, enquanto que, comprando mercadorias de intermediários, você terá que trabalhar com uma margem de lucro pequena, e o que é pior, sem poder competir com os concorrentes, que compram direto dos fabricantes. Opte pelos fornecedores intermediários, somente, se os preços das mercadorias forem compensatórios, o que é muito difícil de acontecer.

Espero que você tenha gostado desse artigo. E, até o próximo artigo. Aguardem!

Texto baseado no meu livro “Montando e Mantendo o $eu Próprio Negócio”

ExibirMinimizar
Digital