Necessidade de capital de giro: por que é importante saber esse indicador?
Necessidade de capital de giro: por que é importante saber esse indicador?

Necessidade de capital de giro: por que é importante saber esse indicador?

A necessidade de capital de giro é quanto a empresa precisa ter de recursos financeiros disponíveis para pagar os gastos (custos e despesas) gerados durante o processo produtivo e de venda

Desde que comecei a me aprofundar nos conceitos da gestão financeira empresarial, percebi literalmente a importância de conhecer o conceito da Necessidade de Capital de Giro para a sobrevivência do negócio.

Acredito que muitos empresários, assim como aconteceu comigo, passam por verdadeiros sufocos financeiros, por desconhecerem essa informação.

Porém, antes de seguirmos adiante, você pode estar se perguntando: Mas afinal, qual a diferença entre Necessidade de Capital de Giro (NCG) e Capital de Giro (CG)?

Necessidade de Capital de Giro X Capital de Giro

Como já falamos aqui, a Necessidade de Capital de Giro informa quanto a empresa precisa ter de recurso para manter o negócio girando. Logo, a necessidade de capital de giro é nada mais do que um indicador gerencial.

Por outro lado, o capital de giro é o valor existente na empresa para fazer frente às despesas necessárias para manter a operação “girando”. Ou seja, para pagar os custos e despesas geradas durante o processo produtivo e de venda. O capital de giro é real e palpável, é o que existe de recurso na empresa.

Captou?

A Importância da Necessidade de Capital de Giro

Como você já percebeu, este indicador é muito importante para a saúde financeira da empresa. Lembre-se que um negócio sem capital de giro está fadado a morrer.

Entendendo quanto a empresa precisa de capital para girar durante determinado período de tempo, você poderá por exemplo, se programar e buscar fontes de financiamento adequadas para suprir essa necessidade. Ou mesmo, em caso que o indicador mostre um valor inviável, repensar alguma estratégia para tentar otimizá-lo.

Calculando a Necessidade de Capital de Giro

Existem muitas formas de calcular esse indicador e quase todas utilizam-se das informações obtidas nos relatórios contábeis. Isso é só mais um motivo para se ter uma gestão financeira bem redonda, caso contrário, as análises ficarão prejudicadas.

Neste artigo vou te explicar uma forma de cálculo simples que é derivada da tradicional e que pode ser feita de uma maneira mais “empírica” caso ainda não exista tanta exatidão nos seus números.

A fórmula é a seguinte:

NCG = (CF x Receita Líquida) / 360

Onde:

CF = Ciclo Financeiro (em dias)

Receita Líquida = Receita Bruta – (Impostos + Devoluções + Descontos Concedidos)

Dessa maneira é possível entender rapidamente a Necessidade de Capital de Giro da empresa.

Vamos ao exemplo:

A empresa Pastel de Flango possui os seguintes dados no ano de 2018:

Ciclo Financeiro (CF) = 60 dias

Receita Líquida (Anual) = 500.000

Necessidade de Capital de Giro (NCG) = ??

Cálculo

NCG = (60 x 500.000)/360

NCG = 30.000.000/360

NCG = 83.334,00

Resultado

Isso quer dizer que a Empresa Pastel de Flango precisou ter em 2018 aproximadamente R$ 83.334,00 de capital de giro para fazer frente aos seus gastos de giro. Daí podemos dizer que se:

NCG = CG – A Pastel de Flango está no limite de seu financiamento. Atenção!

NCG > CG – A Pastel de Flango precisa buscar uma fonte de financiamento para fazer frente às suas despesas de giro;

NCG < CG – A Pastel de Flango está com saúde financeira e não necessitará buscar novas formas de financiamento.

O que podemos aprender então?

De acordo com essa metodologia de cálculo, podemos aprender que existem dois motivos para a alteração da Necessidade de Capital de Giro na empresa. São elas:

  • O crescimento da receita operacional – Sempre que o faturamento da empresa crescer, haverá como consequência a necessidade de investir novos recursos para financiar o seu giro. A Necessidade de Capital de Giro crescerá diretamente proporcional a essa evolução;
  • O alongamento do Ciclo Financeiro por descasamento entre os prazos médios de recebimento, pagamentos e estocagem.

O que quebra uma empresa não é a falta de LUCRO, as empresas quebram pro falta de CAIXA.

Resumindo

A Necessidade de Capital de Giro é um indicador importantíssimo para a saúde financeira da empresa.

É calculado com os dados obtidos nos relatórios contábeis.

Fornece o valor necessário de Capital de Giro para que o negócio possa “girar” por determinado período de tempo.

Indica de existe a necessidade de buscar novos financiamentos para suprir os gastos de giro.

Pode ser afetada basicamente por dois fatores: Aumento de Vendas e do Ciclo Financeiro.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento