Café com ADM
#

NATAL É SEMPRE QUE O EMPRESÁRIO QUISER

Na rua mais movimentada da cidade de Braga (Portugal), costumava estar um cego pedir esmola. Como era uma rua muito frequentada e ele era o único pedinte, ganhava muito dinheiro. As notícias correram muito depressa e um outro ceqo, que costumava pedir numa rua com pouca afluência, mudou-se para junto do colega. Como as esmolas eram muito elevadas no final do dia, foi fácil a convivência entre os dois. Como não há duas sem três, um outro cego teve conhecimento do que se passava e foi também pedir para junto dos outros dois. O último pedinte estragou tudo, pois dividir por três era demais. O terceiro a chegar entrou em desespero, pois para além de ser novo no local, também era o mais mal posicionado. Que fazer? Pensou e decidiu que tinha de ser diferente ou seja tinha que ser o mais atraente. Fez um cartaz, que colocou no peito e que dizia: Está um lindo dia e eu não consigo vê-lo. Imaginem o impacto que deve ter tido o cartaz. Pensem no toque emocional que um simples cartaz provocou. Esta história, tem como objectivo, sensibilizar todos aqueles que vendem, para a época de Natal que se aproxima. Como há muito consumismo, muita oferta, muita gente a gastar dinheiro, o Natal representa um período em que quase todos os negócios facturam muito bem. Pensar em vender, pensam todos, pois essa é a razão de ser do negócio. O problema está em aproveitar essa época para vender mais do que é costume. Todos os empresários têm de pensar nos clientes que o visitam apenas no Natal e que compram porque precisam de lhe comprar. A mensagem que pretendo transmitir é a seguinte: Façam deste Natal algo de diferente. Empresários brasileiros pensem nos negócios que vão efectuar, sem esquecer factores importantes, como por exemplo o atendimento de qualidade. Devido à confusão provocada pelo aumento de clientes, o nível de atendimento pode ser inferior ao normal, logo devem lembrar-se dos clientes que vão ter contacto com o ponto de venda apenas nessa altura. Também se deve pensar na diferenciação do ponto de venda deve possuir em relação aos concorrentes. Para isso acontecer, deve-se pensar na decoração do ponto de venda (colocar enfeites de Natal, apresentar uma montra atraente, a presença do Pai Natal, etc.), pois pode contribuir para fazer a diferença (história do cego). Sendo um excelente período para vender, o Natal é sem dúvida a altura do ano em que o serviço é pior. Aproveitem essa oportunidade para serem melhores que a concorrência. Neste Natal, têm de ser mais ambiciosos do que nos anos anteriores. Desafiem-se e certamente vão colher os frutos. Ofereçam um serviço com simpatia e eficiência, evitem roturas de stock e invistam na imagem do negócio para o futuro, angariando clientes insatisfeitos. Preparem, motivem e sensibilizem também os colaboradores para a importância deste assunto. Como diz uma canção que já escutei ...Natal é sempre que o homem quiser... Bom Natal e boas vendas, com clientes satisfeitos.
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.