Não tenho ideia, e agora?

Ter a vontade de empreender, mas não saber em qual tipo de negócio é algo mais comum do que você imagina. Nesse artigo irei abordar 4 maneiras pra você gerar uma ideia de negócio que se encaixe no seu perfil.

Antes de te apresentar algumas maneiras de gerar ideias, saiba que existe algo mais importante do que a “grande ideia inovadora” que tantos buscam para começar o seu negócio.

O mais importante é você colocá-la em ação, e ir adequando-a a realidade do seu mercado. Daí sim surgirá a tão sonhada inovação. Existem empresas que já começam inovadoras. Claro. Mas se não for o seu caso, não se sinta frustrado. Pra que inventar a roda novamente, se podemos arrancá-las e produzir carros que voam? Então, comece! Antes de qualquer outra coisa!

Vamos lá ao tema principal desse artigo.

1) Brecha de mercado

Talvez a principal fonte de inspiração para novos projetos seja a brecha de mercado. Isso acontece quando você, por algum motivo, se sente insatisfeito com alguma situação pela qual tem passado. Ou porque não encontra determinado produto na sua região. Ou porque até existe o produto, mas não tem a qualidade que você deseja. Ou, ainda, porque existe, e em boa qualidade, mas não em quantidade suficiente para atender toda a demanda existente.

A melhor maneira de você aproveitar essas oportunidades é estar sempre antenado em tudo o que acontece a sua volta. Seus amigos reclamarem de algum serviço prestado, ou de qualquer outra coisa da vida, pode ser uma oportunidade passando pela sua frente. Eles provavelmente não são os únicos insatisfeitos com um atendimento, nem com a inexistência de um produto no mercado.

Quais são as principais reclamações que você tem no dia a dia? Isso pode se tornar um modelo de negócios?

Quando você decide tornar-se empreendedor, não pode dar-se ao luxo de deixar passar algo assim despercebido.

Ex: Zappos. Hoje a Zappos é uma empresa vitrine para o mundo. Quase todas querem ser como ela.

Sabe como ela começou? Seu fundador nunca tinha visto alguém vender sapatos pela internet. Ele simplesmente criou um site no wordpress.com (beeem simples) e anunciou. Detalhe: ele não tinha uma unidade sequer de sapato para vender. Quando percebeu a procura pelo produto, ele fez a suas primeiras aquisições.

2) Mudanças de ambiente

Principalmente em épocas de estresse da sociedade, essas mudanças de ambiente ocorrem com muita frequência. Empresas de determinadas áreas começam a ter resultados ruins, abrindo espaço para novas oportunidades de negócio.

As pessoas também mudam o seu jeito de pensar, nesses períodos. É sua tarefa entender quais são as mudanças do cenário. Perante essas mudanças, quais são as nova oportunidades que você enxerga e que não enxergaria se estivéssemos em um momento estável?

O mais importante aqui é que você altere o seu mindset (maneira de pensar) para que ao invés de enxergar ameaças, enxergue as oportunidades da situação.

Em 2008, os EUA passou por um grande desafio econômico. Naquela época, vários executivos de alto escalão foram demitidos. Muitos abriram as suas próprias empresas e hoje, mesmo com a economia em expansão, não pretendem voltar ao mundo das grandes corporações.

Ex: Michael Hanna e a sua empresa de venda de colchões (Mattress Lot) em Portland, EUA.

Esse cara, inclusive, já deu palestra no TEDx.

Assista aqui:
https://www.youtube.com/watch?v=ww_gXCuIq0k

Infelizmente, não tem legenda para português. Mas se você entende um pouco, colocando as legendas em inglês dá pra pegar bem a ideia dele.

Ele não tinha uma brecha de mercado, pois já existiam várias outras lojas de colchão na cidade. O que ele fez foi aproveitar uma mudança de cultura das pessoas. Ele mudou o conceito de vendas de colchão. Desde estratégias de vendas menos estressantes para os vendedores até uma inovadora entrega dos colchões (via bicicleta, isso mesmo!!!), que acabou virando um grande marketing para a empresa. Veja a história dele e entenda.


3) Carona em novas tecnologias

Aproveitar o que está na moda não é de todo ruim. Muitos dizem por aí que um dia a moda cai. Mas até ela cair, você pode entrar na “crista dessa onda”. E estando na “crista da onda” logo poderá usar a 4ª maneira que vamos falar logo abaixo para criar algo novo.

Você não precisa ser o inventor do “Iphone 8S mega ultra plus” para se beneficiar desse lançamento. Lembre-se dos vendedores de capinhas e acessórios, que só lucram porque estão pegando uma “caroninha” nesses lançamentos.

Qual é a nova tecnologia ou o novo produto que está surgindo agora e que você pode oferecer algo como complemento dele? Isso é uma simbiose de empresas!

Ex: Não preciso nem falar de quantas empresas desenvolvedoras de Apps surgiram depois dos Smartphones, né!?

Obs: Muitas vezes você pode se beneficiar de um “produto legal” do governo. Eu chamo de “produto legal” a série de regulamentações que o governo implementa. Um bom exemplo é o tal do licenciamento ambiental, que fez surgir centenas de empresas de consultoria ambiental, que lucram milhões de reais por ano com apenas um serviço!

4) Projeto “galho”

Essa é para quando você já estiver envolvido em um projeto. Sabe quando você está em uma empresa e no meio de uma conversa surge uma ideia tão boa, mas tão boa, que dá vontade de abrir uma empresa só pra gerir essa ideia? Pois é, é isso aqui. O Projeto galho! É uma empresa que nasce de uma outra empresa!

No mundo das Startups os projetos “galho” são conhecidos como Spin Off. Eu, particularmente, prefiro “galho” mesmo kkkkkk

E, no início, não necessariamente você precisa largar tudo para investir no novo projeto. Basta que saiba definir bem seus horários. Embora muitas vezes os projetos “galho” rendam mais que suas ideias matrizes.

Ex: Smiles. O programa de milhagem da companhia aérea GOL fez tanto sucesso que virou uma empresa. Hoje possuem gestões separadas, apesar de terem uma simbiose muito boa entre elas.

Antes de você sair por aí criando a ideia mais diversa do mundo, pense nas seguintes coisas:

1) Um dia de ação vale mais que cem folhas de planejamento.

2) Procure a melhor ideia pra você! O que vai te dar mais prazer? O que você tem habilidade para fazer? Liste todos os seus pontos fortes e as suas paixões em um papel antes de decidir qual o seu novo projeto.


Um grande abraço,
Rafael

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento